PESQUISA

(15.8%) dos professores estão fora das salas de aula por motivo de saúde.


ESTRESSE AFASTA TRÊS MIL PROFESSORES DAS SALAS DE AULA NO ESTADO

Entidade culpa excesso da jornada de trabalho como uma das causas das doenças que afastam os docentes da escola

Fonte: Correio do Estado (MS)

Todos Pela EducaçãoDos 19 mil professores concursados da rede de ensino de Mato Grosso do Sul, ao menos 3 mil (15.8%) estão fora das salas de aula. Ou eles se afastaram por força de licenças médicos ou cumprem expediente como professores readaptados, condição também atrelada à saúde. 
Os dados são da Federação dos Trabalhadores na Educação (Fetems), entidade que culpa o excesso da jornada de trabalho pelas incidências de doenças como estresse e a depressão, fatores que determinam o afastamento dos professores. A Secretaria Estadual de Educação, por meio da assessoria de imprensa, informou que “por enquanto” não ia comentar o assunto.