30 de abr. de 2012

Estudantes vão à unidade dia sim dia não, porque não há salas equipadas para atender à demanda


SEM CARTEIRAS, ESCOLA FAZ RODÍZIO PARA ACOMODAR ALUNOS

Estudantes vão à unidade dia sim dia não, porque não há salas equipadas para atender à demanda

Fonte: Gazeta de Alagoas (AL)

Cadeiras e mesas quebradas, jogadas em um canto do pátio, enquanto turmas inteiras de alunos se revezam para poder assistir às aulas, por falta de lugar para sentar. Essa é a realidade vivida na Escola Estadual Maria Ivone, localizada no Conjunto Inocoop, no bairro do Tabuleiro. Os adolescentes vão à unidade dia sim dia não, porque não há salas equipadas suficientes para atender à demanda.Segundo os estudantes, sete salas de aula estão paradas por falta de carteiras Escolares. Muitas delas teriam sido quebradas por pedreiros, que realizam uma reforma na Escola e usam as cadeiras como um “andaime” improvisado.
O problema não é recente. “Isso acontece desde o ano passado. Os alunos do ensino médio estão tendo aulas normalmente, mas os do ensino fundamental, não. Quem cursa do quinto ao nono ano não tem a mesma sorte. Nós temos que revezar, ter aulas dia sim dia não, pois não há nem mesas nem cadeiras suficientes para todos”, contou o estudante Jobson dos Santos, aluno do 8° ano.
 
Comentário do editor:
Meu Deus! Como esse país é incoerente!  e ostenta tanta mentira!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cidade de Marília: notícias, cultura, educação, entretenimento e política