PESQUISA

Policial estupra uma moça e sai pela porta da frente da delegacia...


PM é suspeito de estuprar jovem em Campo Grande
POR BRUNO TREZENA
Rio -  Um policial militar está sendo acusado de sequestrar e estuprar uma jovem em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, na noite deste sábado. O suspeito foi encaminhado à 35ª DP (Campo Grande), mas fugiu do local.


A.D., de 21 anos, estava voltando da casa do namorado, na Rua Moranga, quando o PM, de 39 anos, lotado no 17º BPM (Ilha do Governador), abordou o casal e  questionou se o rapaz a estava sequestrando. De acordo com a vítima, ele disse que iria averiguar a história com a mãe dela e a levou. O namorado avisou o irmão da vítima e eles começaram as buscas à jovem, que foi encontrada no Siena preto do acusado em uma rua próxima. A polícia chegou ao local e flagrou a vítima saindo do carro chorando e acusando o homem de estupro.



De acordo com A., o policial fez ameaças de mortes à ela e disse ter relação com milicianos da área. O exame de corpo de delito comprovou a violência sexual.

A jovem, que passou pelo Hospital Rocha Faria durante a madrugada, onde fez um exame preliminar e tomou um coquetel anti-HIV, foi levada para o IML da Estrada do Mendanha para fazer um exame de corpo de delito.


Fuga da delegacia


Segundo os familiares da jovem, o PM foi levado para o interior da delegacia, para aguardar seu depoimento, mas quando foi chamado tinha sumido. Já a delegada Eliane Villar, afirma que o acusado ficou esperando do lado de fora. A família, que ficou o tempo todo na porta da DP garante que ele não saiu pela porta da frente.


Eliane Villar pediu a prisão preventiva do policial, que será autuado em três crimes: ameaça, estupro e sequestro. Só pelo último, ele pode pegar 15 anos de prisão. A delegada instaurou inquérito administrativo para investigar a fuga. "Enquanto aguardava para ser qualificado criminalmente, o acusado conseguiu fugir em circustâncias que serão esclarecidas por investigações a serem conduzidas pela Corregedoria da Policia Civil e pela Corregedoria da Polícia Militar. Os policiais civis fizeram a qualificação do acusado com base na carteira policial do mesmo, entregue pelos policiais militares que o levaram à Delegacia", diz o comunicado divulgado pela Polícia Civil.

Em nota, a Polícia Militar informa que abriu procedimento para investigar o envolvimento do PM F.B.O. na denúncia de estupro registrada na 35ª DP (Campo Grande). Policiais militares do serviço reservado do 17º BPM (Ilha do Governador), onde o PM é lotado, e também da 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) estão nas ruas à procura do policial. A Corregedoria da Polícia Militar vai apurar a conduta dos policiais militares que efetuaram a prisão.
Policiais do 17º BPM e da delegacia judiciária estão fazendo buscas na área.