Buscar

Jori (Jogos Regionais do Idoso) 2017 Marília

Cidade vai receber mais de 2 mil pessoas para o Jori 2017; Saúde participa da mobilização


Cidade vai receber mais de 2 mil pessoas para o Jori 2017; Saúde participa da mobilização
Vigilância epidemiológica, zoonoses, gerência do PA Sul e outros serviços se organizam
Marília recebe, entre os dias 13 e 17 de setembro, o Jori (Jogos Regionais do Idoso), um conjunto de eventos esportivos voltado à terceira idade. As atividades são realizadas anualmente no Interior e na Capital pelo Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, em parceria com a Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Social, Educação e Secretaria da Saúde, em conjunto com os municípios–sede.
Reunião entre setores estratégicos da Secretaria Municipal de Saúde, para grandes eventos, contou com a participação da Vigilância Epidemiológica, Divisão de Zoonoses, equipe do PA (Pronto Atendimento da Zona Sul) e o serviço de Fisioterapia. Marília irá recebe 122 municípios.
As delegações do Jori contarão com 15 locais de alojamento, sendo a maior parte escolas municipais. Uma igreja evangélica e duas organizações da sociedade civil também cederão espaços para dormitório. As competições acontecem em 17 praças esportivas, entre ginásios e estádios municipais.
Runião JoriA supervisora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeira Alessandra Arrigoni Mosquini, explica que é preciso realizar inúmeras ações de vigilância em saúde, quando ocorrem grandes eventos com circulação de pessoas de outros lugares e municípios.
O objetivo, explica é a prevenção a agravos, mas também prevenir possíveis alterações do perfil epidemiológico do município de Marília, principalmente os relacionados as arboviroses, como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.
Precisamos nos antecipar a acontecimentos relacionados a saúde, como acidentes, surtos entre outas possibilidades, que podem ocorrer nestes encontros. Por isso a necessidade de se criar este fluxo e parceria multisetorial”, destacou Alessandra.
Há ainda a preocupação com o acolhimento nos serviços de urgência emergência do município. Os atletas precisam saber, por exemplo, onde e como procurar atendimento. A Secretaria Municipal de Saúde tem também um com promisso com a qualidade de vida do visitante idoso atleta, que necessita de atenção, por exemplo, na área de fisioterapia.
Daniele Braga, supervisora do serviço de Fisioterapia, lembra que os idosos praticantes de atividades esportivas, em nível de competição, geralmente recebem orientações técnicas, porém o serviço especializado da Secretaria Municipal de Saúde estará à disposição para apoiar no Jori.
Cartazes serão afixados em todos os locais de alojamento, com informações para a prática saudável de exercícios, prevenção a complicações de saúde e os números de telefones dos serviços de saúde.
Maria Ângela Rodrigues de Almeida Souza, gerente do PA Sul, explicou que o serviço faz parte da rede de urgência e emergência, juntamente com a UPA localizada na zona norte da cidade e o Samu, responsável pelos transportes. “O objetivo é estarmos preparados para que a experiência dos visitantes seja a melhor possível”, destacou.
O JORI
Entre os objetivos do evento está a promoção da integração do idoso na sociedade, por meio de atividades físicas e desportivas; a sensibilização da sociedade para novas formas de participação da pessoa idosa; a valorização e o estímulo a prática de atividade física, como fator de promoção da saúde e bem-estar.
A idade mínima para participação nos Jogos é 60 anos. São 14 modalidades disputadas entre atletas de ambos os gêneros. Mais informações podem ser obtidas por meio do site www.jorimarilia2017.wixsite.com/jori2017

Foto: Carlos Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário