Buscar

Marília solidaria

Assistência Social: “O poder da solidariedade” foi tema de bate papo com internautas


Assistência Social: “O poder da solidariedade” foi tema de bate papo com internautas
Após uma força-tarefa para atender vítimas da chuva que atingiu Marília no último domingo (20), a Secretária da Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, participou de uma transmissão ao vivo pelo Facebook, no início da semana, com o objetivo de apresentar detalhes das ações de atendimento às pessoas atingidas pelo vendaval e, principalmente, agradecer em nome da Prefeitura Municipal a mobilização imediata dos marilienses que se uniram para oferecer ajuda.
Prefeito Daniel Alonso, Secretária Wania Lombardi e a vereadora Daniela no ginásio do Clube dos Bancários.
Wania Lombardi divulgou o balanço do trabalho que envolveu todas as secretarias da administração. No total, 90 famílias atingidas pelo vendaval foram cadastradas, sendo que muitas não quiseram deixar suas casas.
Sobre a distribuição das doações, a secretária da pasta explicou que foi elaborado um rigoroso processo de recebimento, seleção e entrega. “Estas doações serão direcionadas somente às vítimas do vendaval de domingo, já que foram específicas para este caso. Em hipótese alguma, qualquer tipo de material arrecadado será encaminhado para atender outra demanda”, afirmou.
Nesse final de semana foi possível confirmar o que todos nós já sabíamos, o mariliense é muito especial em todos os aspectos, principalmente, quando o assunto é solidariedade. Associar isso ao potencial de alcance das redes sociais é um indicativo do quanto poderemos avançar em direção à administração participativa e à comunicação transparente proposta pelo governo”, enfatizou Wania.
Ela aponta ainda outro aspecto dessa aproximação por meio das redes sociais: “É uma grande satisfação perceber o quanto as pessoas estão interessadas nas ações desenvolvidas pelo setor público. Não podemos perder a oportunidade de oferecer as melhores ferramentas para que o cidadão faça parte das decisões tomadas pela administração”.
Wania encerrou afirmando que “a agilidade no recebimento das doações, foi sem dúvida, resultado da interação proporcionada por uma rede do bem unida de maneira virtual, porém com sentimentos muito concretos”.
O que é a Assistência Social?
Secretaria composta por cerca de 250 funcionários.
Área de atuação: tem papel fundamental quando há violação dos direitos da pessoa.
Atendimento: 56.102 pessoas são atendidas por meio do CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), cuja renda familiar varia de 85 reais a meio salário mínimo (R$ 468,50).
Estrutura: cinco unidades do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), três unidades de Centro-Dia (atendimento a idosos), Casas do Pequeno Cidadão (atendimento a crianças e adolescentes), Ceprom (Centro Profissionalizante de Marília), Fumares (Fundação Mariliense de Recuperação Social), Centro Pop, Casa de Passagem e Comunidade Vida Nova, além de diversos parceiros como Unimar (Universidade de Marília), Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e Etec (Escola Técnica Estadual), entre outros.
Projeto Reviver:  abordagem humanizada e o encaminhamento correto das pessoas em situação de rua. Cada pessoa é um ser humano e tem uma história de vida.

Fotos: Mauro Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário