Leitura obrigatória FUVEST 2018

/09/17

Lista de leitura obrigatória para a Fuvest 2018 é formada por nove obras

Categoria
A maioria dos títulos são de autores da literatura brasileira ou portuguesa

Alunos que cursam o último ano do Ensino Médio e que se preparam para prestar o maior vestibular do país precisam correr para ler os nove livros essenciais para o processo seletivo. A FUVEST (Fundação Universitária para o Vestibular), que seleciona candidatos para a USP (Universidade de São Paulo), esse ano fez algumas alterações. Então, fique esperto!
Confira a lista completa para o vestibular 2018 da Fuvest:
Iracema - José de Alencar;
Memórias póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis;
O cortiço - Aluísio Azevedo;
A cidade e as serras - Eça de Queirós;
Capitães da Areia - Jorge Amado;
Vidas secas - Graciliano Ramos;
Claro enigma - Carlos Drummond de Andrade;
Sagarana - João Guimarães Rosa;
Mayombe – Pepetela
Praticamente todos os títulos da lista são de consagrados autores da literatura brasileira ou portuguesa - ou seja, fazem parte do conteúdo esperado para o Ensino Médio. No entanto, esse ano há uma surpresa: a inclusão de uma obra do angolano Pepetela (Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos), que foi guerrilheiro do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola), além de político e governante.
Um clássico entre clássicos
"Vidas Secas", de Graciliano Ramos, conta a história de Fabiano e de sua família de retirantes. O homem é acompanhado por Sinhá Vitória, sua esposa, pelos filhos que não recebem nome na obra, chamados apenas de menino mais velho e menino mais novo, pela cachorra, batizada, ironicamente, de Baleia, ou seja, aquela que anda livremente pelo mar, e pelo papagaio.
O nordestino que vive na seca é retratado com sua fome e a necessidade de migrar pelo sertão. As personagens pouco se comunicam e, por incrível que pareça, a cachorra Baleia aparece mais humanizada que os próprios homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário