Marília e criação de empregos

Marília é destaque na região com 1.500 empregos acumulados no ano.


Marília é destaque na região com 1.500 empregos acumulados no ano.
A cidade de Marília foi o grande destaque da região com a geração de mais 242 postos de trabalho no mês de outubro, chegando a 1.500 postos no acumulado de 2017.
Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (20) pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e comprovam o saldo extremamente positivo de Marília no ano, que é 75% superior ao número de postos gerado em Bauru, que ficou em segundo lugar na região.
No acumulado dos últimos 12 meses, Marília foi a única a ter saldo positivo de vagas (822), comparando-se com Bauru (-770), Araraquara (-891), Araçatuba (-967) e Presidente Prudente (-1.137 vagas).
Com relação às atividades econômicas, a cidade se destacou em outubro no setor de comércio, com 229 vagas; sendo que no acumulado do ano (janeiro a outubro) o setor de serviços foi o grande destaque com 765 postos de trabalho.
O prefeito Daniel Alonso disse que Marília realmente se destacou na região. “Os dados do Caged comprovam o saldo muito positivo de Marília em comparação com cidades de igual porte da nossa região, como Bauru, Araçatuba, Araraquara e Presidente Prudente. Fomos a única cidade com saldo positivo no acumulado dos últimos 12 meses, consolidando a economia mariliense, apesar de toda crise pela qual passa o país”.
O secretário municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Cássio Luiz Pinto Júnior (Cassinho), destacou ainda a diversidade da economia da cidade. “Temos uma indústria de alimentos forte, assim como o setor metalúrgico; e um comércio também forte, que melhora a cada dia. Já no setor de serviços há grande número de contratações e agora temos um novo vetor de desenvolvimento local, que são os serviços de tecnologia da informação com mais de 70 empresas, que pagam salários melhores, atraem mão de obra especializada e melhor qualificada; tudo isso acaba favorecendo toda a nossa economia. Somados todos os setores que no conjunto favorecem bastante estes números, que comparados a cidades do mesmo porte, deixa Marília numa situação muito mais confortável que outras cidades.”
HARALD
Cassinho informou também que a Harald Indústria e Comércio de Alimentos S/A irá devolver a área doada pelo município, que fica próxima ao distrito de Lácio.
“Tivemos uma reunião com o presidente da Harald, uma empresa que recebeu uma área em doação pelo município para expansão da sua unidade. Hoje a Harald é controlada pelo grupo japonês Fuji Oil e a demora com a questão da decisão de investimentos em fase da situação política e econômica do país, fez com que essa decisão fosse postergada e diante dos prazos que têm diante da doação de área, resolveu neste momento devolver a área. A Harald continua em Marília, tem aqui uma linha de produção à base de amendoim, gera 80 empregos e está consolidada em nossa cidade. Neste momento eles estão desistindo da expansão da indústria, postergando a decisão do investimento na expansão local. Tão logo essa empresa necessite estaremos aptos a poder atendê-la como foi feito no passado”, afirmou o secretário.
_DSC7881                                         _DSC1960 _DSC1946                                             _DSC0299
Fotos: Assessoria PMM/Mauro Abreu