Buscar

Sem salário, professor de Duque de Caxias pede dinheiro em sinal de trânsito

Por RJTV
 



Sem salário, professor de Duque de Caxias pede dinheiro em sinal de trânsito

Professor Sílvio de Oliveira Alves, da rede municipal de Caxias, está sem receber há dois meses.


Resultado de imagem para PROFESSOR PEDE EM TRÂNSITOSílvio de Oliveira Alves é professor da rede municipal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e está sem salário há dois meses. Para conseguir pagar as contas de casa, Sílvio começou a pedir dinheiro em sinal de trânsito. O professor passa, em média, duas horas por dia pedindo ajuda e fatura entre R$ 50 e R$ 100.


"Quando eu recebi a primeira ajuda, eu chorei de emoção, de depressão, de angústia. juntou um monte de emoções. Fui até a secretaria da escola, peguei duas folhas de papel ofício, colei uma na outra, comecei a escrever...Eu fiquei no sinal um bom tempo. O sinal abrindo e fechando toda hora. Eu pensando se ia ou não pedir ajuda. Até que eu fechei os olhos e fui", contou Sílvio, que teve receio de contar para a família. "Achei que meus filhos fossem ter vergonha de mim", acrescentou.


"No início, vi isso como uma grande humilhação, um homem que estudou, se formou, que passou muita necessidade na infância, que hoje era para ter um sossego, passar por uma situação dessa é lastimável", lamentou Aleanda Cunha.


A prefeitura de Duque de Caxias disse que pretende quitar os salários nos próximos dias, mas ainda não sabe quando isso vai acontecer porque depende do aumento da arrecadação.