Buscar

Michel Temer é candidato a reeleição

Michel Temer durante coletiva em Brasília

O marqueteiro de Michel Temer, Elsinho Mouco, declarou que o Planalto pretende usar a intervenção militar no Rio de Janeiro para aumentar a popularidade do presidente e alavancar a sua candidatura nas eleições de 2018.
De acordo com o publicitário, a intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro é uma grande chance para Michel Temer aspirar a um novo mandato na presidência. A expectativa do marqueteiro é de que a operação tenha uma grande popularidade e impulsione uma virada na aprovação do governo Temer.  
“Ele já é candidato […] A vela está sendo esticada. Agora começou a bater um ventinho”, disse Elsinho Mouco, citado pelo O Globo.
“Viramos a agenda. Agora o momento é outro […] Neste momento, o presidente precisa resgatar sua biografia. A eleição é só em outubro. Ainda está muito longe”, afirmou Elsinho Mouco, acrescentando que “Temer jogou todas as fichas na intervenção”.
Segundo o publicitário, com a intervenção militar no Rio de Janeiro, o governo acredita ter roubado um dos principais trunfos de Jair Bolsonaro, forte candidato nas eleições presidenciais que tem no discurso militarista uma de suas principais bandeiras. “Hoje a maior preocupação do brasileiro é com a segurança pública”, disse Elsinho. 
Em pesquisa divulgada em 31 de janeiro, o Datafolha mostrou que o governo Temer tem aprovação de apenas 6% da população e reprovação de 70%. 
Na semana passada, o presidente Michel Temer assinou o decreto determinando a intervenção na Segurança Pública do Rio de Janeiro até o dia 31 de dezembro de 2018. O general Braga Netto será o responsável por comandar em nome das Forças Armadas a atividade de segurança. Essa foi a primeira vez que esse dispositivo foi acionado desde a Constituição Federal de 1988. 
FONTE:https://br.sputniknews.com/brasil/2018022110580774-temer-operacao-militar-rio-eleicoes-presidenciais/