Buscar

Alvaro Dias é forte no Sul do Brasil

Bolsonaro lidera pesquisa DataPoder360 e Alvaro Dias tem 22% no Sul

Pedro Ribeiro

Na pesquisa divulgada pelo DataPoder360, o candidato de direita, deputado federal Jair Bolsonaro está na liderança isolada na disputa ao Planalto. Nos 3 cenários testados, Bolsonaro pontua de 21% a 25%. Foram entrevistadas 10.500 pessoas de 25 a 31 de maio, por meio de telefonemas para linhas fixas e celulares. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. É o maior levantamento realizado até agora nesta campanha eleitoral. O registro no TSE é BR-09186/2018. O senador pelo Podemos do Paraná chega a ter 22% num dos cenários no Sul do país.
Doria só empata com Alckmin
O DataPoder360 testou o ex-prefeito de São Paulo como candidato do PSDB a presidente. O desempenho foi tão pálido como o do pré-candidato oficial. João Doria teve 6%. Geraldo Alckmin chega a 7%. Esse resultado esfria a possibilidade de troca de nome tucano na disputa.

Ciro: o anti-Bolsonaro
Bem no Nordeste (onde chega 19%), Ciro Gomes está em 2º lugar isolado nos 3 cenários testados. Confirma a tese de que os eleitores se espremem nos extremos do espectro político, à esquerda e à direita.
Fernando Haddad cresce
O petista já pontua numericamente acima do tucano Geraldo Alckmin, chegando a 8%. É 1 sinal de que se o PT desapegar da estratégia de negar a realidade e de insistir com a candidatura de Lula, pode crescer durante a disputa. A força de Haddad também tende a complicar a vida de Ciro Gomes mais adiante.
Alvaro Dias: forte no Sul
O senador pelo Podemos do Paraná chega a ter 22% num dos cenários no Sul do país. Seu desempenho coloca 1 “glass ceiling” sobre Geraldo Alckmin: o tucano vê onde quer chegar, mas não consegue atingir o objetivo. Alvaro Dias e Alckmin beliscam votos no mesmo ecossistema eleitoral. O problema de Dias é quase inexistir fora do Sul.
Cenários de 2º turno
Bolsonaro também vence
O DataPoder360 testou 4 cenários de possíveis embates de 2º turno. Em todos Jair Bolsonaro vence com vantagem de 10 pontos percentuais ou mais. Marina Silva é quem mais se aproxima: 25% contra 35% de Bolsonaro.
“Não voto”: até 48%
A taxa dos que votariam em branco, nulo ou que não sabem ou não respondem é alta nas 4 simulações de 2º turno: de 41% a 48%. O percentual é maior no confronto de Bolsonaro com Alckmin –uma indicação das dificuldades do tucano para atrair indecisos.
Só metade já decidiu
Apenas 49% dizem já ter decidido com certeza o voto presidencial. Há 25% que afirmam ainda poder mudar de opinião. Outros 26% não escolheram candidato ou não quiseram responder.
o mais consolidado
Jair Bolsonaro é o candidato com mais votos consolidados no cenário 3 (o que tem mais nomes): 77% dos bolsonaristas dizem que não mudarão mais de opinião. O voto menos consolidado é o de Marina Silva: só 41%. Paradoxalmente, a pré-candidata da Rede é quem mais ameaça Bolsonaro num eventual 2º turno.
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário