PABLO VITTAR ROMPEU CONTRATO COM A MARCA DE SAPATOS VICENZA ( essa foi a melhor propaganda que ele já fez para a marca de sapatos)

FONTE: https://www.midiamax.com.br

Pabllo Vittar rompe com marca de sapatos que apoia Jair Bolsonaro

A cantora se posicionou politicamente em seu Instagram


A cantora Pabllo Vittar rompeu relações com uma marca de sapatos da qual era parceira neste sábado (01). Na última semana, o dono da marca começou a seguir o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) e curtir suas publicações em redes sociais.
Diante do ocorrido, a cantora anunciou o rompimento em seu Instagram e afirmou que a marca tem como alvo o público gay, o que segundo ela é incoerente com o apoio ao candidato.
“Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queriam se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou. Muitas portas se fecharam, mas algumas se abriram e com isso trabalhei até então com parceiros que sou muito grata. Deixo aqui meu agradecimento de apoio até agora, mas não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os diretos humanos de toda comunidade LGBTQIA+, da qual faço parte”, escreveu a cantora.
Ela também acrescentou que alguns trabalhos já produzidos ainda serão divulgados.

Declaração de Pabllo em seu Instagram (Imagens :Reprodução/Instagram)

“Adianto que foram produzidos alguns trabalhos já finalizados e distribuídos digitalmente desse meu novo álbum, que contém peças de marcas que, a partir de agora, não vinculo mais a minha imagem”, afirmou Pabllo.
Em resposta às publicações da cantora, a marca divulgou nota e suas redes sociais onde declara abertamente seu apoio ao candidato.
“Acredito que o Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação. Dessa forma, decidi apoiar publicamente a candidatura de Jair Messias Bolsonaro”, declarou a empresa.
Após a repercussão das publicações a marca foi acusada por usuários nas redes sociais de estar em busca de ‘Pink Money’ – Dinheiro rosa: expressão que diz respeito ao nicho de mercado LGBTQIA+, e é usada pela comunidade para afirmar que empresas buscam o poder de compra do grupo sem efetivamente apoiá-lo.
Em resposta às acusações a empresa afirmou que não busca apenas dinheiro e por isso se posicionou politicamente.
“Pink Money. Se eu, Victor, estivesse exclusivamente pensando em dinheiro, sob hipótese alguma, manifestaria publicamente meu posicionamento político. Estou junto na sua luta, por uma nação grande, próspera e unida!”, disse a marca.

NOTÍCIAS RELACIONADAS
https://www.midiamax.com.br


comentário: essa foi a melhor propaganda que Pablo Vittar poderia fazer para a marca de sapatos Vicenza  

Um comentário: