https://www.google.com/appserve/mkt/optin/AD-FnEw6aolQdEQFzj58DL0CRIvBVnLloDmToDBY4md6SHn3YqacVCZlkrbKFHqDmXkeAoP-nva2uUDxHwcbcwnNWAY5tQ-fX20uXTYUutPsyIQTW-5p-yLxuz4?hl=en-US google.com, pub-0664806714269334, DIRECT, f08c47fec0942fa0

COMPARTILHAR

CMO votará a proposta orçamentária mesmo sem sugestões de Bolsonaro

CMO votará a proposta orçamentária mesmo sem sugestões de Bolsonaro

   
29/11/2018, 15h03 - ATUALIZADO EM 29/11/2018, 15h04
A Comissão Mista de Planos, Orçamento Público e Fiscalização (CMO) concluirá na terça-feira (4) a votação dos relatórios setoriais, que servem como subsídio para o senador Waldemir Moka (MDB-MS) apresentar o relatório final. Segundo o líder do governo no Congresso Nacional, deputado André Moura (PSC-SE), a CMO está com a disposição para aprovar um Orçamento (PLN 27/2018) voltado para as prioridades do novo governo. Já o senador Eduardo Braga (MDB-AM), um dos relatores setoriais, confirma que independentemente dos pedidos do presidente eleito, Jair Bolsonaro, o Orçamento de 2019 será aprovado até a segunda quinzena de dezembro. Ouça mais detalhes no áudio da repórter da Rádio Senado, Hérica Christian.