Pesquisa

REVITALIZAÇÃO DE 2,1 MIL ESCOLAS COM TRABALHO DE REEDUCANDOS



Escola + Bonita irá revitalizar 2,1 mil 

Projeto lançado nesta quinta (30) será feito em parceria com a Administração Penitenciária e Desenvolvimento Econômico


Nesta quarta-feira (30), o governador João Doria anunciou o lançamento do projeto “Escola + Bonita”. O novo programa prevê a revitalização de 2,1 mil escolas estaduais de São Paulo até 2020 com o trabalho de presos em regime semiaberto. 
A iniciativa é uma parceria entre as secretarias de Estado da Educação, Administração Penitenciária e Desenvolvimento Econômico. A assinatura do termo de cooperação foi feita na E.E. Dona Ana Rosa de Araújo, na zona Oeste da capital paulista, que já deu início a primeira etapa do programa. 
“A pintura será feita em horários que não interrompam a utilização da escola e com todos os cuidados devidos, com tintas que não têm cheiro, para permitir que no dia seguinte professores, gestores, funcionários e alunos também possam frequentar”, afirmou Doria. 
Por meio do programa Via Rápida Expresso, serão pintadas 500 escolas. Neste projeto, os reeducandos participantes serão capacitados e pintarão escolas durante este curso profissionalizante. Outras 1,6 mil serão recuperadas com o trabalho de presos contratados por meio da Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” (Funap), totalizando 2,1 mil unidades.  
“Nós sabemos que uma escola organizada, limpa e efetivamente mais bonita tem um impacto direto na aprendizagem. Esse trabalho em parceria com outras secretarias é fundamental”, disse o secretário da Educação, Rossieli Soares.  
Muitos dos detentos possuem capacitação em pintura, hidráulica e elétrica. Os que não tiverem serão qualificados pelo Centro Paula Souza, vinculado à pasta do Desenvolvimento Econômico. Todas as outras escolas que apresentarem a necessidade de reparos serão atendidas pela Secretaria da Educação.  
Além de recuperar prédios públicos e contribuir para oferecer melhores condições de ensino, os detentos têm chance de maior de reinserção na sociedade. Com o trabalho, eles recebem um valor mensal em uma conta poupança e remissão de pena. Cada três dias trabalhado, um dia a menos de pena. 
“O projeto oferece uma oportunidade para que esses reeducandos, ao término da pena, saiam em liberdade capacitados para exercer uma profissão”, completa o secretário de Administração Penitenciária, Coronel Nivaldo Cesar Restivo.  
Para o diretor da Dona Ana Rosa de Araújo, Wellington Santos Costa, essa assinatura garante benefícios para diversos membros da sociedade. “Estamos muito felizes por sermos a escola que irá direcionar esse novo modelo da nova gestão. Há anos que não tínhamos uma pintura externa. O programa veio para deixar a nossa escola mais bonita”, completa. 
Via Rápida Expresso 
Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o Via Rápida Expresso é uma modalidade do Programa Via Rápida, que tem como objetivo oferecer cursos de curta duração, na área da construção civil (pintores), para presos do regime semiaberto, internos em regime de semiliberdade da Fundação Casa e trabalhadores desempregados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas