Notícias: Presidente e Governo

Pesquisar no CIDADE DE MARÍLIA

Poesias Místicas : OS SOBREVIVENTES

Poesias Místicas : OS SOBREVIVENTES: OS SOBREVIVENTES Sobreviver à grande catástrofe, A terrível carnificina E pagar o preso de estar vivo Carregando corpos esquartejad...


OS SOBREVIVENTES
Sobreviver à grande catástrofe,
A terrível carnificina
E pagar o preso de estar vivo
Carregando corpos esquartejados
E caminhar entre pedaços de seres humanos
Picados feito frangos "à passarinha"
Ver cachorro comendo carne humana
E saber que depois seremos nós, os sobreviventes,
Os próximos que a morte virá buscar
De um modo muito mais lento, cruel e agonizante...

Sobreviver a essa carnificina

Para carregar corpos apodrecidos em cima da terra,
Sentir que a carne e o sangue podre
Escorrer pelo nosso corpo
Semi nu e fadigado,
Viver sabendo que não há mais esperança
Após a grande extinção.
Sobreviver é um preço alto demais...
Eu preferi estar morto!

Sobreviver em um mundo
Que abandonará a compaixão e a piedade
Quando for o tempo dos "fortes" e "inteligentes"
E escolhidos pelos poderosos do mundo.
Será um preço alto demais a se pagar para estar vivo.
No momento da colheita de humanos,
E feita por humanos e seus critérios;
O amor, a piedade e a compaixão darão lugar
Ao materialismo e a uma forma de crueldade muito sutil,
Elegante e intelectualizada.

O homem estará tão longe da espiritualidade,
E sua arrogância será tanta!
Que será impossível supor que estão subjugados a lei de Deus.
A morte apenas deixará que caminhem,
E por fim morreram de fome e sede
Em uma devastação que se estenderá até os confins da terra.

José Nunes Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário