Pesquisar no CIDADE DE MARÍLIA

Já estão abertas as matrículas para o curso online Esquistossomose

Abertas as matrículas para o curso Esquistossomose: manejo clínico e epidemiológico na Atenção Básica

Com carga horária de 45 horas, o objetivo é otimizar o manejo clínico e epidemiológico da doença, qualificando os profissionais que trabalham nas unidades de saúde da família.
 - Ascom SE/UNA-SUS


Já estão abertas as matrículas para o curso online Esquistossomose: manejo clínico e epidemiológico na Atenção Básica, oferecido pela Fiocruz Pernambuco (Instituto Aggeu Magalhães – IAM), em parceria com a UNA-SUS e o Ministério da Saúde. O objetivo é otimizar o manejo clínico e epidemiológico da doença, qualificando os profissionais que trabalham nas unidades de saúde da família.
Profissionais de saúde e demais interessados no tema podem se matricular até 28 de fevereiro de 2020, pelo link.O início do curso é imediato e, como em todas as ofertas da UNA-SUS, a capacitação é totalmente gratuita.
Com carga horária de 45 horas, o curso possui seis unidades, sendo a primeira uma introdução sobre educação a distância e o funcionamento do curso. As demais tratam dos aspectos epidemiológicos e ciclo de transmissão, manifestações clínicas da esquistossomose, diagnóstico e terapêutica da doença, diagnóstico e manejo as formas ectópicas e o papel da unidade de saúde da família na vigilância em saúde.
Para dinamizar o estudo, a capacitação conta com casos clínicos baseados em estórias reais, apresentados no formato de história em quadrinhos, livro especialmente elaborado para abordar os conteúdos do curso, indicação de artigos científicos e sites e manuais do Ministério da Saúde.
Também são expostos infográficos que detalham o ciclo da esquistossomose e vídeos com os maiores especialistas no Brasil abordando aspectos específicos da doença.
Para a  coordenadora acadêmica do curso, Drª Elainne Gomes, pesquisadora e vice-coordenadora do Laboratório e Serviço de Referência em Esquistossomose (IAM/Fiocruz/MS), os conhecimentos disseminados neste curso visam fornecer o aporte teórico e prático necessário para que médicos e outros profissionais da Atenção Básica a Saúde possam se qualificar e estarem aptos para intervir no controle da esquistossomose em todo o Brasil. "Através do sistema hierárquico e descentralizado do SUS, esses profissionais poderão atuar de forma sistemática e padronizada, proporcionando um atendimento qualificado as mais diversas populações, principalmente aquelas mais vulneráveis e que residentes em áreas remotas e de difícil acesso", afirma.
A professora ressalta que tais profissionais podem ser capacitar para trabalharem nos mais diversos cenários de disseminação da doença, "ou seja, atendendo a populações em áreas endêmicas e em localidade onde a transmissão da doença é foca, visando sempre o diagnóstico e tratamento precoce, a prevenção de complicações, a promoção a saúde e por fim o controle desta endemia", pontua.
Para conhecer o catálogo de cursos da UNA-SUS, acesse: https://www.unasus.gov.br/cursos/.

Fonte: Fonte: SE/UNA-SUS, com informações do IAM/Fiocr

Postagens mais visitadas