Translate

18 de out. de 2019

Sodré Santoro lança livro sobre os 40 anos da organização e conta a história do mercado de leilões no Brasil e no mundo


Sodré Santoro lança livro sobre os 40 anos da organização e conta a história do mercado de leilões no Brasil e no mundo
Publicação escrita por Allan Vidigal também traz curiosidades e relatos sobre relíquias leiloadas

“O leilão é parte do imaginário popular. Em livros, filmes, peças e novelas, leilões dos mais diversos tipos servem como recurso narrativo, fornecendo elementos centrais.” O trecho, extraído da introdução do livro “Sodré Santoro 40 anos”, reproduz a importância histórica dos leilões para a sociedade e comércio de forma geral.
A publicação de 70 páginas e tiragem de dois mil exemplares, escrita por Allan Vidigal, será lançada no dia 24 de abril, na Avenida Brasil. O local é a sede da Sodré Santoro, maior organização de leilões da América Latina, fundada pelos irmãos leiloeiros Luiz Fernando e José Eduardo Sodré Santoro.
O livro é uma homenagem da segunda geração dos Sodré Santoro - Mariana, Carolina e Otavio, filhos de Luiz Fernando, e Flávio, filho José Eduardo -- que hoje comandam a organização -, para perpetuar a trajetória de sucesso dos pais quatro décadas depois de sua fundação.
Além da história do negócio da família, o livro traz recortes do surgimento do segmento de leilões no Brasil e no mundo. Uma das passagens, por exemplo, relata a prática comum da atividade nas civilizações da antiguidade. Na Babilônia, na Grécia clássica e no Império Romano, por exemplo, bens de todo tipo mudavam de mãos pela melhor oferta. Com a queda de Roma, a prática caiu em desuso por muitos séculos no Ocidente. Ressurgiu, sobretudo no norte da Europa, a partir de meados do século XVII.
O autor também explica que a primeira casa de leilões de que se tem notícia surgiu na Suécia, em 1674. No século seguinte, foram fundadas em Londres as duas maiores companhias de leilão hoje em atividade: a Sotheby’s (1744) e a Christie’s (1766).
Mais adiante, no século XIX, jornais brasileiros estampavam anúncios de leilões de mercadorias de todo tipo, como livros, queijos e vinhos vindos da Europa. Mas também -- e principalmente -- utensílios e equipamento de empresas que baixavam as portas, mobília e outros objetos. Ainda no Brasil, na década de 70-80, o segmento limitava-se quase que exclusivamente à venda de massas falidas, e pairava sobre a atividade o estigma da quebra de empresas.
Graças ao pioneirismo de Luiz Fernando e José Eduardo, os leilões conquistaram gradualmente espaço no setor privado, começando pela sucata. Dela se estenderam para máquinas e outros itens, veículos, e imóveis. Hoje, os leilões vendem qualquer tipo de mercadoria, e deles participa todo tipo de comprador, desde grandes empresas de todos os setores até pessoas físicas.
O livro também traz algumas curiosidades de verdadeiras relíquias históricas que foram leiloadas pela Sodré. Uma delas foi o Hotel Nacional, ícone da arquitetura modernista, projetado por Oscar Niemeyer e inaugurado em 1972. O empreendimento enfrentara grave crise financeira e, por isso, estava fechado desde 1995. Muitas tentativas de venda da enorme torre, no bairro carioca de São Conrado, tinham sido feitas e sempre fracassado.
Em 2009, o bem foi confiado à Sodré Santoro. A organização montou uma grande operação de comunicação, atraindo interessados em potencial do Brasil e do exterior; Luiz Fernando e José Eduardo, para tratar de assuntos relacionados a esse leilão, viajaram para o Rio de Janeiro inúmeras vezes, montando um escritório somente para realização do leilão. A venda se realizou, e o empreendimento foi enfim arrematado por uma grande rede internacional de hospitalidade.
Hoje a Sodré Santoro tem em seu portfólio itens diversos como veículos, imóveis, terrenos, móveis residenciais, eletrodomésticos e até sucatas. São cinco pátios localizados em Guarulhos, Ribeirão Preto, Monte Mor, Bauru e futuras instalações em Cesário Lange, todos no Estado de São Paulo, que totalizam 2 milhões de metros quadrados e armazenam mais de 3 mil tipos de bens e materiais a serem leiloados.
A organização tem 250 clientes ativos de diversos segmentos como bancos, financeiras, locadoras, concessionárias, empresas e diversos setores. A Sodré conta, ainda, com mais de 500 mil cadastros ativos de compradores e 4,5 milhões de visitantes únicos em seu site.

Sobre a Sodré Santoro Leilões
A Sodré Santoro é a maior organização de leilões offline e online da América Latina. Entre os principais produtos oferecidos estão imóveis, automóveis, materiais de construção, móveis para casa, eletrodomésticos, informática, telefonia e comunicação. A companhia conta com cinco pátios localizados em Guarulhos, Ribeirão Preto, Monte Mor, Bauru e futuras instalações em Cesário Lange, todos no estado de São Paulo, que totalizam 2 milhões de metros quadrados e armazenam mais de 3 mil tipos de materiais a serem leiloados.

Informações à imprensa
3068-2000 (Ramal 2035)

Patrocinar Cultura

Patrocinar  Cultura
Livro:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *