https://www.google.com/appserve/mkt/optin/AD-FnEw6aolQdEQFzj58DL0CRIvBVnLloDmToDBY4md6SHn3YqacVCZlkrbKFHqDmXkeAoP-nva2uUDxHwcbcwnNWAY5tQ-fX20uXTYUutPsyIQTW-5p-yLxuz4?hl=en-US google.com, pub-0664806714269334, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Tradutor

Pesquisar

Fundo Social entrega cestas básicas a famílias cadastradas pela ONG Alimento Sim, Fome Não

foto Organização, cuja sede fica no Jardim Nacional, atende famílias de vários bairros da zona sul
O Fundo Social de Solidariedade de Marília realizou na última sexta-feira, dia 20, a entrega de cestas básicas para as famílias cadastradas pela ONG Alimento Sim, Fome Não, cuja sede fica na rua Ana Cândida de Souza Gemeinder, 496, no Jardim Nacional, zona sul da cidade.
A entrega foi feita pela primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Selma Regina Mazuqueli Alonso, que estava acompanhada pelos assessores Luiz Bernardoni e Maria Angélica Monici.
A equipe do Fundo Social foi recepcionada pelo presidente da ONG, Amauri Gonzaga, sendo que todas as famílias cadastradas foram atendidas – já as crianças receberam doces.
A ONG Alimento Sim, Fome Não faz um trabalho social em prol das famílias necessitadas de vários bairros da zona sul, como Jardim Nacional, Nova Marília, Nova Marília 2, 3 e 4, Residencial São Bento, Rubens de Abreu Izique, Santa Clara e Vila Real, entre outros.
A primeira-dama Regina Alonso parabenizou a ONG pelo trabalho social que realiza. “O Amauri e sua equipe estão de parabéns. Eles fazem um bonito trabalho em benefício das famílias mais carentes e nós do Fundo Social estamos felizes em poder colaborar. Hoje atendemos às famílias cadastradas pela ONG e foi um momento bastante especial para a gente.”
A presidente do Fundo Social agradeceu à receptividade da comunidade da zona sul. “O carinho desse pessoal é muito grande conosco e só temos que parabenizá-los pela forma que se organizaram. Agradeço a todos que vieram e é muito gratificante poder constatar a alegria deles. O Fundo Social vai continuar desempenhando o seu papel, que é colaborar com essas pessoas menos favorecidas.”


Fotos: Divulgação

COMPARTILHAR