Translate

Pesquise

4 de dez. de 2019

Limpeza de piscinas: algumas dicas necessárias para quem não tem assistência contínua

Limpeza de piscinas 

A TRATABEM - rede especializada em manutenção e assistência técnica de todos os tipos de piscinas -  algumas dicas necessárias para quem não tem assistência contínua
Especialista TRATABEM realizando a limpeza da piscina

Com a proximidade do verão, as piscinas voltam a ser o grande centro das atenções nas residências, clubes e condomínios. Porém é muito importante checar se as manutenções foram realizadas com a devida atenção. Segundo Filipe Sisson, fundador da TRATABEM, rede especializada em manutenção e assistência técnica e venda de produtos para todos os tipos de piscinas, os cuidados devem ser realizados de forma contínua, mesmo no inverno. Dessa forma, além de ter uma água tratada, a piscina sempre estará pronta para o uso. "Uma piscina é um grande reservatório de água, que recebe diariamente uma carga de vários contaminantes provenientes do vento, chuvas ou até mesmo dos próprios banhistas. Manter a higienização da água é mais do que uma necessidade estética, é uma questão de preservação da saúde dos banhistas", explica.
Ainda segundo o executivo, uma higienização mal feita pode acarretar doenças como conjuntivite, otite, micose, entre outras enfermidades. "A filtração diária e o uso de um bom desinfetante, reduz em 90% os problemas enfrentados com a limpeza da piscina. O filtro é responsável pela remoção de grande parte de partículas sólidas que tendem a colaborar inicialmente com a turbidez e posterior degradação da água. O desinfetante por sua vez, é capaz de exterminar bactérias que tendem a sobreviver e procriar em um meio que lhe ofereça condições", completa.
Para contribuir com quem deseja se refrescar e dar um mergulho, preparamos algumas dicas de como cuidar das piscinas:
- Use produtos seguros e certificados para tratar sua piscina
Muitos estudos têm apontado para o perigo do cloro, principalmente se usado de forma irregular ou em excesso. Dificuldades respiratórias, dores na garganta, reações na pele e até risco de câncer são alguns dos sintomas ligados à exposição contínua do cloro. A iGUi tem em
seu portfólio o SOLO, um poderoso biocida capaz de destruir, neutralizar, impedir ou prevenir a ação de microrganismos vivos indesejáveis e nocivos à saúde do homem. Isento de odor e cor, uma das grandes vantagens do SOLO é a sua alta eficiência a baixas concentrações. É utilizado diluído em água, o que lhe confere uma toxicidade praticamente nula. O biocida não contém metais pesados, grandes responsáveis pela contaminação do ecossistema e prejudiciais aos organismos dos seres vivos. O efeito germicida do SOLO é o mesmo que o dos shampoos, não provoca alergia, mantém pele e cabelos hidratados e conserva a pintura da piscina. Aplicado em média a cada 30 dias, o SOLO não evapora e fideliza os clientes.
- Mantenha a piscina segura para as crianças, idosos e pets
Alguns acessórios são de extrema importância para a segurança daqueles que necessitam de mais atenção. Tenha sempre um corrimão de alta resistência em sua piscina e mantenha a área tampada durante a noite ou período de não uso da piscina. A iGUi conta com a cobertura automatizada Levita. Ecologicamente correta e produzida em PVC, a cobertura dispensa o uso de lonas de vinil e plástico bolha ou telas para cobrir a piscina, porque cumpre todas as funções dos seus correlatos: segurança, auxiliar de limpeza e termicidade, além de ser a única automatizada. Principalmente para quem tem crianças em casa, mas também para pets, este produto torna-se indispensável para quem deseja uma vida tranquila. A Levita cobre totalmente a superfície da água e pode aguentar até 50 quilos.
- Mantenha o PH da sua piscina em um patamar desejado
O pH é um número de uma escala graduada que vai de 0 a 14. Indica de uma maneira mais simples a acidez, a basicidade ou neutralidade de uma mistura química qualquer, no nosso caso, a água da piscina. Quanto maior estiver esta concentração, mais baixo será o valor do pH. A faixa ideal do pH numa piscina deve estar entre 7.2 a 7.6. Quando a água está abaixo de 7.2, ela se torna corrosiva, podendo causar danos à piscina, à pintura e superfícies como tubulação, aquecedores e outros equipamentos. Além disso, o pH baixo causa irritação nos olhos e deixa água com aspecto leitoso. Quando o pH se encontra acima de 7.6, podemos ter a formação de depósitos brancos nos equipamentos ou nas paredes da piscina. O pH alto causa irritação e desconforto nos olhos e pele. Para medir o pH da água é necessário utilizar o OXI MEDIDOR. Na dúvida, chame o TRATABEM de sua confiança.
Mantenha sua piscina limpa
Primeiro, limpe o filtro instalado na casa de máquinas. Então, retire as impurezas maiores como folhas, insetos, galhos. Também recomendamos a escovação da piscina, para tirar impurezas das paredes, bancos e escadas e do fundo. Limpe as bordas, cascatas e corrimão sempre com uma escova não abrasiva e com produtos seguros e de confiança.
- Sempre higienize a água da piscina
Um dos principais problemas que surgiram nos últimos anos é a crescente contaminação da água. Existe uma série de elementos contaminantes da água, dentre eles os biológicos, microrganismos capazes de provocar doenças como hepatite, cólera e gastroenterite. O SOLO,
o OXI CLORO e o OXI SAL, produtos exclusivos iGUi, são desinfetantes certificados. higienização da água deve ser feita com a piscina limpa, com pH e alcalinidade regulados.
- Retire manchas ou incrustações na piscina
Manchas podem ter várias origens: indício de metais na água, mistura de dois ou mais produtos químicos adicionados ao mesmo tempo, obras que geram fagulhas próximas à piscina, queda de objetos ferruginosos na água, etc. Para remoção de tais manchas ou incrustações, é necessário utilizar inibidor de metais e utilizá-lo de acordo com a gravidade das manchas. Na dúvida, chame o TRATABEM de sua confiança.
- Escolha pela manutenção especializada e atente à baixa estação
Se tratada adequadamente, a piscina tem longa durabilidade. Para isso, escolha os serviços profissionais de técnicos especializados, que utilizam produtos corretos, na dosagem certa e na periodicidade adequada. Na baixa estação, mantenha sua piscina limpa. O SOLO, por exemplo, quando utilizado nas estações frias, dura mais na piscina, mantendo a água em condições ideais. Não abandone sua piscina, pois ela poderá se tornar foco de mosquitos e doenças contagiosas.

Informações para a Imprensa:
Debora Freire -- debora@dfreire.com.br
Larisa Oliveira -- larisa@dfreire.com.br
Regina Teixeira -- regina@dfreire.com.br
Tel.: (11) 5105-7171 -- www.dfreire.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ajude a manter o site