CMC - MÍDIA

Marília terá na São Silvestre o policial militar e atleta Diego Lopes de Azevedo treinado pelo Campeão Aurélio Guedes dos Santos

foto
Após vencer competições de elite, atleta apoiado pela Prefeitura vai à São SilvestreIntegrante da Cavalaria da PM, o soldado Diego Lopes de Azevedo subiu no pódio da Corrida “Sargento Gonzaguinha” e chega à maior maratona do Brasil com potencial para ficar entre os 600 primeiros
Com treinamento de alto nível oferecido pelo treinador Aurélio Guedes dos Santos, técnico da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Juventude de Marília, o policial militar e atleta Diego Lopes de Azevedo será um dos mais destacados representantes de Marília na 95ª Corrida Internacional de São Silvestre, na próxima terça-feira (31) em São Paulo.
O encontro da dupla aconteceu há sete meses. Até então, o policial militar de 29 anos treinava sozinho, de forma amadora. Ele conta que sempre gostou de esportes, mas a prática frequente é uma novidade em sua vida.
“Tive um acidente que prejudicou o meu joelho, então, para recuperar, comecei um treino de fortalecimento e iniciei nas corridas. No início era um trabalho leve, depois começou a ficar mais intenso e em pouco tempo comecei a me inscrever em competições”, disse.
Nas primeiras, Diego não tinha pretensões. Mas o potencial do atleta foi logo percebido pelo treinador. “Foi quando encontrei o Aurélio, que se ofereceu para me treinar. Mudou tudo no meu treino e os resultados vieram. Das 13 corridas em 2019, ganhamos dez troféus. O Aurélio me acompanha, manda orientação de treino até por mensagem”, disse.

GONZAGUINHA
Entre os melhores resultados de Diego, que concilia o esporte com as atividades no “Regimento de Polícia Montada 9 de Julho – Cavalaria”, na capital do Estado, está o pódio na 53ª Corrida “Sargento Gonzaguinha”, disputada no início deste mês em São Paulo.
“É a principal competição militar do país e graças ao treinamento desse ano fiquei em 3º lugar entre os militares e 36º no geral. Isso nos deixa muito motivados para a São Silvestre”, relata o atleta.
Diego conta que, pelos resultados desse ano, já poderia ter “entrado com a papelada” para comprovar índice e largar no pelotão de elite, mas para fugir da burocracia e correria de fim de ano preferiu deixar para a próxima. Nesta edição, sairá no pelotão geral, esperando ficar entre os 700 ou 600 primeiros.

foto

TREINAMENTO

Os treinos em Marília acontecem no estádio Pedro Sola, na avenida das Esmeraldas e, eventualmente, na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. O atleta explica que o local depende do objetivo de treinamento: ritmo, tiro ou longo.
Atualmente treinador e ex-atleta paraolímpico – Atlanta-1996 (EUA), Sydney-2000 (Austrália), Atenas-2004 (Grécia) e Pequim-2008 (China), Aurélio acredita que Diego tem potencial para levar o nome de Marília para pódios no Brasil e no mundo.
“É uma satisfação treinar o Diego, um atleta responsável e disciplinado, um homem que trabalha para a nossa segurança na PM e consegue conciliar seu trabalho e o esporte. Esperamos que ele prossiga, trazendo resultados para a nossa cidade e motivando também os jovens, tanto para o esporte quanto para a vida”, disse o treinador.

A PROVA
Serão uma série de largadas, na manhã do dia 31, a partir das 7h25min, com a saída da categoria Cadeirantes. Em seguida, a partir das 7h40min, será a vez da Elite feminino, ficando para as 8h05min a Elite masculino, Pelotão C, e Cadeirantes com Guia e Pelotão Geral.
O número oficial de inscritos atingiu 35 mil. Atletas sem inscrição, os chamados pipocas, não contam para recebimento de serviços. A Corrida Internacional de São Silvestre conta com o apoio da Prefeitura de São Paulo, Governo do Estado e outros órgãos como a Polícia Militar, que planejou um esquema especial com várias modalidades de policiamento, incluindo a pé, com bicicletas, Bases Comunitárias Móveis e Motocicletas – Rocam.

foto
 A cidade de Marília estará torcendo pelos atletas que  representarão a cidade. Diego Lopes de Azevedo é uma esperança de bom resultado nessa competição internacional. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA