CMC - MÍDIA

Marília: ( PMVA) Programa Município Verde Azul

Prefeitura apresenta o Programa Município Verde Azul ao Cades e inicia o ciclo 2.020
Marília apresentou as 10 Diretivas ambientais relacionadas à sustentabilidade a serem cumpridas pelo município no ano de 2.020
Foto Noticia Principal GrandeA Prefeitura de Marília, representada pelo chefe da Divisão do Meio Ambiente e Interlocutor do Programa Município Verde Azul (PMVA), Cassiano Rodrigues Leite, atendeu a convocação do Cades (Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Marília) e, em reunião realizada na rua Araraquara, 315, no prédio do Ciesp, apresentou as 10 Diretivas ambientais relacionadas à sustentabilidade a serem cumpridas pelo município de Marília no ano de 2.020.
Temas como Gestão das Águas, Educação Ambiental, Biodiversidade, Qualidade do Ar, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos, dentre outros assuntos, foram abordados pelo Interlocutor, que explicou aos conselheiros presentes os requesitos exigidos pela Coordenação do Programa para comprovação das ações, e a forma de elaboração dos relatórios técnicos a serem encaminhados a São Paulo, respondendo simultaneamente a questionamentos e dúvidas dos conselheiros.
Desta forma, apresentou ao Conselho Ambiental o Plano de Gestão Ambiental a ser desenvolvido ao longo do ano e os documentos comprobatórios a serem encaminhados através de relatórios técnicos, referentes ao ciclo 2.020 do Programa Município Verde Azul, em que a administração apresentará ao Governo Estadual as melhorias ambientais realizadas no município, demonstrando a preocupação e a responsabilidade com a qualidade de vida dos marilienses.
Na oportunidade, Cassiano explicou que “desde 2017 o PMVA está muito técnico, exigindo grande esforço e investimento do poder público nas questões ambientais, diferente dos anos anteriores, que bastava uma simples foto de ações simples para comprovação. Marília precisou, então, investir muito no Meio Ambiente para, agora sim, poder participar do Programa em condições de representar bem a cidade”.
O secretário do Meio Ambiente e de Limpeza Pública, Vanderlei Dolce, destacou as mudanças realizadas durante esta administração, que colaboraram para as melhorias ambientais e consequente melhoria na qualidade de vida do cidadão mariliense, que serão apresentadas ao Governo Estadual.
“A construção e funcionamento de duas Estações de Tratamento de Esgoto, com a previsão de conclusão da terceira e última estação para o segundo semestre de 2.020; a construção e licenciamento da Plataforma de Transbordo dos Resíduos Sólidos; a aquisição de 11 novos caminhões de coleta e substituição da frota municipal; a melhoria na arborização urbana focada também na área central do município; a identificação das nascentes em todo perímetro urbano, com projetos para proteção e preservação deste patrimônio da humanidade; a construção de Ecopontos, a serem inaugurados ainda neste ano de 2.020 e a melhoria nas legislações ambientais, como a elaboração do Plano de Arborização Urbana, Plano de Controle de Erosão e Plano de Contingência da Defesa Civil são apenas algumas das ações que demonstram a nossa preocupação com um meio ambiente mais sadio e protegido. Perdemos algum tempo corrigindo falhas de administrações anteriores, mas, enfim, conseguimos implantar nossa metodologia de administração pública voltada ao meio ambiente, onde, agora, já estamos colhendo bons resultados e temos algo real em benefício da cidade a ser apresentado ao Programa Município Verde Azul,” afirmou o secretário.
O Programa Município Verde Azul consiste em práticas ambientais sustentáveis desenvolvidas pelo município, através do poder público, divididas em 10 Diretivas sobre temas variados, distribuídos em 84 itens a serem respondidos através de relatórios técnicos, contendo fotografias e documentações comprobatórias, abrangendo toda a estrutura administrativa, contemplando todo perímetro urbano, em benefício ao meio ambiente local e a consequente melhoria na qualidade de vida do cidadão mariliense.


Fotos: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA