Cidade de São Paulo vai contratar mais de 120 professores

Professora e uma roda de crianças brincando com placa de costura

Semelhante a qualquer lugar do Brasil, as escolas da cidade de São Paulo sofrem com a falta de profissionais de educação. No Estado de São Paulo, a Educação Estadual, sofre como o mesmo problema  de falta de professores e de outros profissionais nos mais variados setores dentro das escolas. Porém o que fica mais evidente é a falta de professores. 

A Secretaria da Educação da cidade de São Paulo pretende contratar, por tempo determinado, mais de 120 professores para a educação infantil do município. Os profissionais atuaram nos Centros de Educação Infantil - CEIs - e nos Centros Municipais de Educação Infantil - Cemeis das diretoria regionais da zona sul de São Paulo
O tempo determinado de contratação será de 12 meses. A contratação de professores tem o propósito de preencher, especialmente, as vagas deixadas por professores em licença médica.
O Governo Municipal publicou a autorização, nesse sábado dia 15 de fevereiro, no Diário Oficial da cidade. Contando, a partir dessa data, a autorização para as contratações dos professores tem o prazo de 180 dias. 

Essas medidas são emergências e minimizam o problema por esses período de um ano. No próximo ano a educação, não só na cidade de São Paulo, mas em todo Estado e até mesmo em todo Brasil estará com a mesma questão a ser resolvida, que será novamente minimizada com a mesma medida paliativa. 

NOTÍCIA: 

Secretaria Municipal de Educação autoriza a contratação de mais 120 Professores de Educação Infantil

Processo visa preencher postos vagos em unidades educacionais nas regiões da Capela do Socorro e Campo Limpo

Publicado em: 17/02/2020 14h05 | Atualizado em: 17/02/2020

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo vai contratar, por tempo determinado, 120 profissionais para atuar como Professor de Educação Infantil nos Centros de Educação Infantil (CEI) e Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEI) das Diretorias Regionais de Educação Campo Limpo e Capela do Socorro.
A autorização para contratação foi publicada no Diário Oficial de Cidade de sábado (15) e considera a necessidade de garantir o atendimento às crianças matriculadas em escolas nas quais há situações de impedimento de titulares, em especial, decorrentes de afastamentos por licenças médicas, no extremo sul da cidade de São Paulo.
A contratação dos profissionais ocorrerá pelo prazo de 12 meses. Informações sobre os procedimentos para inscrição serão divulgadas nos próximos dias por meio de publicação no Diário Oficial da Cidade.


PUBLIQUE, PATROCINE O CMC