14 de fev. de 2020

iFood arrecada refeições para a população da Região Sudeste


iFood arrecada refeições para a população da Região Sudeste em parceria com Ação da Cidadania

O iFood vai dobrar o valor de cada doação feita pelos usuários da plataforma

Campanha de combate à fome do iFood, que iria ao ar apenas no segundo semestre, foi antecipada na plataforma para ajudar à população da região sudeste, em cidades como São Paulo e Belo Horizonte

Iniciativa, em parceria com a ONG Ação da Cidadania, vai impactar mais de 140 mil pessoas, vítimas da calamidade pública

São Paulo, 12 de fevereiro de 2020 - O iFood, foodtech líder da América Latina, acaba de lançar sua plataforma de doação de alimentos. Sensibilizada pela situação emergencial provocada pelo excesso de chuvas recentes na região Sudeste, a empresa adiantou a implementação da nova função e já está recebendo doações para ajudar as vítimas de Belo Horizonte e São Paulo. Todo o valor arrecadado será destinado à ONG Ação da Cidadania, responsável pela organização de comitês locais para a distribuição de alimentos nas duas cidades, e a expectativa é que a campanha ajude cerca de 140 mil pessoas (cerca de 30 mil famílias).

Para se engajar na causa por meio da tecnologia há duas formas: o usuário pode ir até a aba ‘Perfil’, selecionar o campo de “Doações” e escolher um dos três valores fixos disponíveis (R$7, R$15 e R$30) ou, ao finalizar um pedido, o consumidor poderá clicar no banner da nova função “Compartilhe uma refeição”, após ser direcionado para a página de espera. O pagamento é feito via cartão de crédito cadastrado no app, que está disponível em versões para Android e iOS.

“Para o iFood, a fome é uma condição que precisa ser combatida. Ao unir nossa tecnologia e presença nacional com o conhecimento adquirido de mais de 25 anos da Ação da Cidadania, esperamos fazer do ato de doar uma experiência simples e cada vez mais frequente na vida dos brasileiros”, explica Bruno Montejorge, Diretor de Comunicação Institucional e Sustentabilidade.

“Temos trabalhado muito desde 2017, quando os indicadores sociais demonstravam a volta da Fome no Brasil. Naquele ano voltamos a fazer o Natal Sem Fome, sendo o iFood parceiro essencial para nos ajudar a alimentar mais de 1,5 milhão de brasileiros em situação de miséria no país, nesses três anos. Esta parceria com o iFood demonstra que ONGs, empresas e seus clientes podem, juntos, gerar um enorme impacto social positivo para o Brasil. É um exemplo a ser seguido”, diz Rodrigo “Kiko” Afonso, Diretor Executivo da Ação da Cidadania.

Essa é a terceira parceria realizada entre iFood e a ONG Ação Cidadania, desde 2017 já estiveram juntas no combate à fome com o Natal Sem Fome e em doações para a população de Brumadinho (MG).

Plataforma permanente de doação de alimentos
A plataforma permanente de doações faz parte de uma das frentes estratégicas da área de Sustentabilidade da empresa. Recentemente, a foodtech foi reconhecida pelo Centro de Excelência contra a fome do Programa Mundial de Alimentos (WFP) pelo desenvolvimento de iniciativas que colocam o tema em destaque nacional. "Entendemos que o iFood junto com a Ação da Cidadania tem como objetivo conscientizar os seus clientes para combater a fome. Consideramos que é uma importante contribuição para minorar o impacto no país e dar visibilidade a esta chaga de forma permanente ao longo do ano", diz Daniel Balaban, Diretor e Representante da WFP.


Sobre o iFood
O iFood, uma das mais inovadoras foodtechs do mundo e líder em delivery online de comida na América Latina, tem 26,6 milhões de pedidos mensais. Há oito anos no mercado, a empresa de origem brasileira está presente também no México e Colômbia. Atua junto aos parceiros com iniciativas que reúnem inteligência de negócio e soluções de gestão para os mais de 131,3 mil restaurantes cadastrados em 912 cidades em todo o Brasil. O iFood conta com importantes investidores, como a Movile - líder global em marketplaces móveis - e a Just Eat - uma das maiores empresas de pedidos on-line do mundo.

Sobre a Ação da Cidadania
Fundada pelo Sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em 1993, formou uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza.
É um movimento social que nasceu baseado em um conceito simples: SOLIDARIEDADE, TODOS NÓS PODEMOS. Entre 1993 e 2019 foram arrecadadas mais de 33.000 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando mais de 3.500.000 famílias. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada em todo o país, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cidade de Marília: notícias, cultura, educação, entretenimento e política