CMC - MÍDIA

Apoiadores de Bolsonaro acusam Maia de sabotagem ao Governo




ImagemNas redes sociais grupos e indivíduos defensores do Governo do Presidente Jair Bolsonaro estão organizando uma grande manifestação de apoio ao Presidente e seu governo. Está marcado para o dia 15 de março uma ato em apoio ao atual governo. Essa manifestação pretende deixar claro que o Governo de Bolsonaro tem o respaldo de seus eleitores e apoiadores.

Os grupos e indivíduos que são defensores do governo são denominados patriotas, conservadores, anti-comunistas e cristãos; esse movimento de apoia a Bolsonaro começou desde que ele despontou como possível candidato a Presidente da república. 
Nos últimos dias intensificaram o apoio ao governo em todas as redes sociais. Essa semana, por conta de alguns acontecimentos ocorreram uma grande movimentação nas mídias sociais; grupos de apoiadores e indivíduos, que estão de fato comprometidos com a defesa do governo, compartilham informações, divulgam, defendem e atacam aqueles políticos, que estão na linha de frente da oposição e que estão fazendo de tudo para boicotar o governo de Bolsonaro, como acusam os defensores do Presidente.

O estopim dessa manifestação de apoio nasceu de uma fala do Coronel Heleno, onde ele deixa claro a indignação e o repúdio dos apoiadores do governo, que apontam Rodrigo Maia, especialmente, como o maior sabotador  de todos os projetos do Governo de Bolsonaro, e um dos que tentam trazer de volta a velha articulação política, que os apoiadores do Presidente, chamam de toma lá dá cá, barganha.

O governo de Bolsonaro teve muitas derrotas no Senado Federal e na Câmara dos Deputados, por não praticar as barganhas políticas, muitos dos projetos ou foram modificados para minimizar a influência do Presidente, ou não foram votados, ou foram esquecidos de propósito até que viessem a vencer os prazos de votação. Os apoiadores, e até mesmo a mídia, em alguns momentos, deixa claro que a uma sabotagem explicita ao projeto do governo de Bolsonaro porque o Presidente não cedeu aos costumes da velha política. 

Essas manifestações de apoio ao governo, marcada para os próximos dias,  será uma declaração de repúdio e indignação à sabotagem da velha política brasileira, que não aceita o que as urnas nas ultimas eleições deixou claro; o povo não aceita mais a política de barganha e a corrupção. Entre outros fatores, as ideologias de gêneros e as acusações de doutrinações partidárias praticadas na educação, é ainda uma das lutas que se vê intensificando nas mídias sociais. Essas são causas encabeçada pela Escola sem Partido.

 No momento, o foco dos protestos e manifestações serão direcionadas, especialmente, a Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, que é o principal acusado, pelos defensores do governo, de sabotagem politica contra o governo de Jair Bonsonaro. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA