POR CORONAVÍRUS, TRAVESSIAS LITORÂNEAS ADOTAM RESTRIÇÕES


Prefeituras do litoral Norte e Sul anunciaram decretos que restringem os acessos aos municípios
Em decorrência da pandemia do novo coronavírus e das ações tomadas para evitar aglomerações de pessoas e impedir a proliferação da doença, a DERSA irá respeitar os decretos editados pelas prefeituras de Ilhabela, no litoral norte, e de Cananéia, no litoral sul.
Em Ilhabela, será limitado o acesso às balsas:
- Aos veículos de emergência como ambulâncias, viaturas e transportes de pacientes
- Aos veículos oficiais
- Veículos destinados aos serviços essenciais
- Aos veículos com placas de Ilhabela e São Sebastião, desde que sejam moradores ou trabalhadores
Em Cananéia/Continente e Ilha Comprida:
- Aos veículos de emergência como ambulâncias, viaturas e transportes de pacientes
- Veículos destinados aos serviços essenciais
- Pedestres
Em Cananéia/Ariri:
- O serviço foi reduzido para duas vezes por semana e limitada sua capacidade de pessoas sentadas
Mais informações sobre o decreto que visa conter o avanço do novo coronavírus devem ser obtidas junto às Prefeituras.
Ações contra o coronavírus
Para impedir aglomerações e reduzir a chance de disseminação da nova doença, a DERSA anunciou na terça-feira (17) o limite de passageiros e cliclistas em travessias de lanchas. A medida está em consonância com as ações anunciadas pelo Governo de SP para reduzir a disseminação da nova doença.
No litoral norte, o sistema de São Sebastião/Ilhabela é atendido pelas lanchas LS 02 (capacidade de 370 pessoas) e a LS 05 (capacidade de 450 pessoas). Com a nova determinação, só será permitido o embarque de 50 pessoas na LS 02 e 70 na LS 05.
Já na travessia Santos/Vicente de Carvalho a estratégia prevê o uso de quatro lanchas no horário de pico. Com a capacidade máxima garantida é possível aumentar a frequência de viagem e diminuir o número de pessoas nas embarcações. Fora do horário de pico, serão disponibilizadas três embarcações.
A lancha Paicará (capacidade de 728 pessoas), a Itapema (capacidade de 185 pessoas), LS 03 e LS 04 (ambas com capacidade de 370 pessoas) também terão seu embarque limitado. A Paicará irá transportar 220 usuários e a Itapema passará a permitir 80 pessoas. As duas LS passam a permitir 160 usuários cada.
Em Santos e Guarujá, a travessia de ciclistas nas balsas será limitada há 150 usuários por viagem. As travessias contarão com o apoio da Polícia Militar.
A DERSA também reforçou a limpeza e a higienização das lanchas, que está sendo feita a cada viagem. Também foi disponibilizado material visual contendo informações sobre as medidas de prevenção.
A principal recomendação é higienizar as mãos. São cuidados simples, mas importantes e que devem ser frequentes para prevenir doenças contagiosas. Lave as mãos frequentemente com água e sabão e use antisséptico de mãos à base de álcool gel 70%.
Um guia de prevenção foi também lançado pelo Governo. Para acessá-lo, basta ir ao site saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/.

Comentários