12 de mar. de 2020

Professor preso por pedofilia é acusado de oferecer a própria filha.

Policiais cumprem mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades de Assis e Marília — Foto: TV TEM/Reprodução
Um professor que reside em Marília e leciona na rede municipal de Assis foi preso hoje (10) pelo crime de pedofilia na “Operação Novatam Vitam”. A ação apreendeu aparelhos celulares e eletrônicos na residência do acusado.
Segundo informações da Polícia Civil, a investigação contra o professor teve início após registro de uma ocorrência. O denunciante teria mantido conversas em site de relacionamento com um perfil de mulher.
A conversa avançou para sugestões de favores sexuais em troca de dinheiro e ainda questionou o denunciante sobre possível atração por crianças, inclusive enviando fotos de menor de idade nu e em trajes de banho.
A Polícia Civil identificou que o perfil feminino no site de relacionamento pertencia ao professor. A investigação apontou ainda que as fotos envidadas pelo acusado eram semelhante a da sua filha.
Na ação, os policiais civis cumpriram mandado de busca na residência do professor em Marília. O endereço não foi revelado, mas a ação apreendeu aparelhos celulares e eletrônicos. Num dos telefones foram encontrados fotos e vídeos com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.
O professor foi preso em um hotel em Assis e indiciado em flagrante no artigo 241 – B (Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente) do ECA (Estatuto da Criança e Adolescente). A pena pode chegar até quatro anos de prisão em regime fechado.

Fonte: Jornal da Manhã
Resultado de imagem para professor pedofilia em marilia

Professor da rede municipal foi preso na manhã desta terça-feira (10) em Assis — Foto: TV TEM/Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cidade de Marília: notícias, cultura, educação, entretenimento e política