14 de mar. de 2020

Sieeesp – Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo, decidiu-se hoje pela paralisação gradual

O SIEEESP Informa: Coronavírus

ESCOLAS DE TODO O ESTADO INICIAM FASE DE PREPARAÇÃO PARA SUSPENDER AULAS DIA 23.
...
Para que haja um melhor enfrentamento à ameaça crescente de propagação do novo coronavírus no Estado de São Paulo, e, sob orientação das secretarias de Saúde e de Educação do Estado, além do Conselho Estadual da Educação-CEE, Undime e o Sieeesp – Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo, decidiu-se hoje pela paralisação gradual das aulas em todas as unidades de ensino básico, tendo início nesta semana, medida essa que foi anunciada pelo governador João Dória, na noite desta sexta-feira. (veja nota oficial conjunta abaixo)

Conforme o presidente do Sieeesp, a paralisação gradativa “vai dar tempo e permitir que os pais e responsáveis possam se organizar de maneira adequada para a suspensão das aulas que, é bom frisar, só acontecem a partir do dia 23, evitando a correria vista em outros estados, que suspenderam as aulas nas escolas de bate-pronto e pegaram as famílias de surpresa”.
O presidente do Sieeesp ressalta que essa decisão foi tomada em conjunto com as secretarias, CEE e sob orientação restrita do Ministério da Saúde, para que se evite, o máximo possível aglomerações que facilitem a propagação do novo coronavírus. “Foram feitas reuniões durante a semana e se discutiu os cenários possíveis de piora do espalhamento da doença e a decisão de hoje reflete a preocupação de se evitar o agravamento da situação”, ressalta Benjamin Ribeiro da Silva.
Ele diz que está sendo enviado um comunicado para todas as escolas particulares do Estado, além de divulgar informações e orientações pelos meios de comunicação do Sieeesp, como o site, redes sociais e jornal eletrônico direto para os gestores. “Vamos reforçar a divulgação de informações, orientações e medidas de prevenção, por todos os meios e canais de comunicação que temos, para manter informadas as escolas, pais, alunos, professores e funcionários. Esta é uma batalha de todos e só vamos vencer com informação correta, medidas orientadas pelas autoridades de saúde e muita prevenção”, finaliza.

Nota oficial:
Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (Seduc-SP), União Municipal dos Dirigentes de Educação (Undime-SP), Secretaria Municipal de Educação (SME-SP), Conselho Estadual de Educação (CEE-SP) e Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo (Sieeesp) informam que:
Todas as escolas das redes públicas e privadas dos Sistemas de Ensino do Estado e Município de São Paulo terão aulas suspensas de forma gradativa a partir da próxima segunda-feira (16), como medida de prevenção à transmissão do coronavírus.
Diante do cenário de crescimento dos casos de coronavírus no Estado, a decisão foi tomada sob orientação da Secretaria de Estado da Saúde. 
Para que as famílias tenham tempo de se organizar, as aulas não serão suspensas de forma repentina. 
Na próxima segunda-feira, dia 16, as escolas devem orientar os estudantes a ficarem em casa. Os alunos serão recebidos nas unidades de ensino até a próxima sexta-feira, dia 20. As aulas serão 100% suspensas a partir do dia 23. 
A data de retorno das aulas também será informada conforme determinação da pasta da Saúde.
Os estudantes que não comparecerem à escola no período de 13 a 20 de março terão as faltas abonadas. 
A medida de suspensão gradativa de aulas na educação básica, a partir próxima segunda-feira, está em comum acordo entre a Secretaria de Estado da Educação de São Paulo (Seduc-SP), a União Municipal dos Dirigentes de Educação (Undime-SP), a Secretaria Municipal de Educação (SME-SP), o Conselho Estadual de Educação (CEE-SP) e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de SP (Sieeesp).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cidade de Marília: notícias, cultura, educação, entretenimento e política