SindimotoSP realiza distribuição de kits de higienização

SindimotoSP realiza distribuição de kits de higienização para os motociclistas e ciclistas profissionais

O Sindicato dos Motoboys de São Paulo (SindimotoSP) realizou, nesta sexta-feira (27), na sua sede, na Rua Doutor Eurico Rangel, em São Paulo, uma grande ação distribuiu kits de higienização para os motociclistas e ciclistas profissionais.
A campanha, uniu todos os trabalhadores sejam CLT, de empregada de aplicativos, autônomo e ciclistas. A ação teve início as 14 horas e contou com a participação de mais de 1 mil profissionais em quatro horas de duração, que receberam álcool gel 70% e álcool sachet para a limpeza de celulares.
Segundo Gilberto Almeida (Gil), a ação tem como objetivo chamar a atenção das autoridades públicas para a gravidade da situação que está ocorrendo em meio a pandemia de coronavírus.
"É um absurdo, os entregadores estão trabalhando sem as mínimas condições de higiene, orientadas pela Organização Mundial de Saúde, ou seja, as empresas estão ganhando rios de dinheiro com essa situação e nem álcool gel estão dando para os entregadores", disse o sindicalista.
Na última terça-feira (24), o SindimotoSP, juntamente com a União Geral dos Trabalhadores (UGT) publicou um solicitação pública de atendimento do governo aos profissionais solicitando que o prefeito de São Paulo, sr. Bruno Covas, e o governador do Estado, sr. João Dória, recebam o SINDIMOTO para, juntos, encontrarmos soluções para que os motoboys continuem trabalhando de forma segura.
"Neste momento, os entregadores são profissionais de suma importância para todos da cidade de São Paulo. No mínimo é preciso que esses trabalhadores exerçam suas atividades com segurança para evitar que adoeçam", disse Ricardo Patah, presidente nacional da UGT.
"A ação realizada pelo SindimotoSP é importantíssimo, mas precisa de apoio do poder público para proteger esses trabalhadores que, por conta do avanço dos aplicativos, estão cada vez mais desamparados para a realização dos seus trabalhos", concluiu Patah.
SindimotoSP e a UGT fizeram a proposta para o governo vacinar os motociclistas e ciclistas profissionais.

Comentários