Google

Adiamento do ENEM

Adiamento do ENEM: especialista alerta para preparação e ferramenta auxilia alunos

Após justiça impor adiamento, especialista da Evolucional fala sobre manter o ritmo de estudos e ferramenta para treinar a redação e questões do Enem em mais de 2500 escolas
.


Pela primeira vez na história, o INEP realizará a versão digital do Enem, que deve acontecer nos dias 22 e 29 de novembro (inicialmente essa prova ocorreria em 11 e 18 de outubro). Já a versão impressa ainda segue prevista para os dias 1º e 8 de novembro - na última semana a Justiça de São Paulo impôs o adiamento da prova. O Ministério da Educação diz que irá recorrer da decisão, mas especialista recomenda que candidatos continuem estudando para a realização do exame: "É mais uma chance para que todos aqueles que irão realizar o Enem estudem e explorem ferramentas a seu favor", diz Vinícius Freaza, Diretor de Inovação Pedagógica da Evolucional. A empresa criou uma versão on-line do Simulado para o Enem que acontece a distância em mais de 2500 escolas no Brasil.

"Neste momento de isolamento social, as escolas precisam criar alternativas para manter os alunos engajados em sua proposta pedagógica, além de não deixá-los despreparados para os vestibulares e exames, que vão acontecer, mesmo se adiados. Entre os principais desafios neste período estão a estruturação e aplicação de uma avaliação significativa da aprendizagem", comenta o Diretor de Inovação Pedagógica da Evolucional, Vinícius Freaza. A empresa destaca que o simulado presencial do Enem ainda é a melhor forma de avaliação, "mas a versão on-line, elaborada para a quarentena, já é um passo para que as escolas comecem a experimentar novos formatos de avaliação e estejam preparadas para essa revolução digital no ensino. O próprio INEP já divulgou uma aplicação oficial do ENEM, no formato digital, para 500 mil alunos adiado para novembro deste ano", complementa.

Assim como na versão presencial, o simulado on-line terá seus resultados calculados com a metodologia conhecida como TRI (Teoria de Resposta ao Item), a mesma usada no Enem. O algoritmo desenvolvido pela Evolucional para apurar os resultados dos simulados presenciais permite prever, com até 99,7% de precisão, o resultado da escola no exame oficial. O simulado on-line conta com questões já calibradas pela startup, distribuídas nas 4 áreas do conhecimento trabalhadas pelo ENEM: Matemática, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza e Ciências Humanas, e também com uma proposta de Redação. As escolas parceiras da Evolucional poderão conectar seus alunos do 9º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio no simulado on-line do Enem, em todo o Brasil.

Freaza também dá dicas para que as escolas mantenham os alunos motivados para o exame. De acordo com ele, o simulado on-line pode ajudar professores a selecionarem os conteúdos em que seus alunos precisam melhorar e sugere a realização de lives para resolução de questões e aulas específicas junto aos alunos. "O simulado permite que seja feita uma revisão de questões de maneira personalizada e disponibiliza vídeos com a resolução de todas as questões. Esse é um material de estudo em casa", conta. "No processo de adaptação de aulas para o ambiente on-line e estruturação de novos modelos de avaliação, é importante oferecer aos alunos estímulos e recursos capazes de mantê-los preparados para o ENEM, mesmo à distância", finaliza Freaza.