Caixa liberou aplicativo para pagamento do auxílio de R$ 600



A Caixa Econômica Federal lançou nesta terça-feira (7) o aplicativo para a liberação do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores de baixa renda prejudicados pela pandemia do coronavírus.
Mas os beneficiários da medida precisam ficar atentos, porque continuam circulando nas redes sociais e no WhatsApp mensagens que direcionam o usuário da plataforma para cadastros falsos.
O pedido para receber o benefício pode ser feito no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA|Auxílio Emergencial, disponível nas lojas de aplicativos para celulares Android e IOS.
Por isso, confira a mensagem que você receber sobre o assunto. Mensagens enganosas, que prometem liberar o dinheiro após responder várias perguntas e fazer um cadastro estão sendo compartilhadas de forma irresponsável desde que o governo encaminhou a proposta para o Congresso. Use apenas o site e o aplicativo oficiais.
A lei que prevê o pagamento da ajuda já estava valendo ( Lei 13.982, de 2020). O Senado aprovou a medida no dia 30 de março e vários senadores cobraram do governo a sanção imediata . A lei só foi publicada no Diário Oficial da União no dia 2 de abril. Mas o governo teve dificuldades para tomar todas as providências para o dinheiro chegar nas mãos dos brasileiros beneficiados.
O benefício no valor de R$ 600 será pago por três meses, para até duas pessoas da mesma família, a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e desempregados
Para as famílias em que a mulher é a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente será de R$1.200.
O benefício será pago automaticamente para quem já estava cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico) até 20 de março, ou é beneficiário do Bolsa Família que, nesse caso, poderá optar pelo valor mais vantajoso.
As demais pessoas terão que se cadastrar no site do auxílio emergencial e, depois de fazer o cadastro, poderão acompanhar quando o auxílio sairá, consultando no próprio site ou no aplicativo.
A previsão é que o dinheiro esteja liberado em até quatro dias.
Não se deixe enganar! #FakeNewsNão!
requisito22 (1).jpg
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Comentários