https://www.google.com/appserve/mkt/optin/AD-FnEw6aolQdEQFzj58DL0CRIvBVnLloDmToDBY4md6SHn3YqacVCZlkrbKFHqDmXkeAoP-nva2uUDxHwcbcwnNWAY5tQ-fX20uXTYUutPsyIQTW-5p-yLxuz4?hl=en-US google.com, pub-0664806714269334, DIRECT, f08c47fec0942fa0

COMPARTILHAR

Home

Construção de duas escolas em Marília - Emei Maracá e Emef Montana



Foto Noticia Principal Grande
Unidades irão atender mais de 1.200 alunos na educação infantil e ensino fundamental
Foto Noticia Principal GrandeAs obras das duas escolas – Emei Maracá e Emef Montana -, que estão sendo construídas próximas ao distrito de Padre Nóbrega, zona norte da cidade, seguem em ritmo acelerado, com previsão de estarem prontas durante o segundo semestre de 2020.
As duas novas unidades escolares nos residenciais Maracá e Montana irão atender mais de 1.200 alunos na educação infantil e ensino fundamental e serão construídas em tempo recorde - as obras tiveram início em meados de outubro do ano passado.
A empresa responsável pela construção das duas escolas é a Construmedici, vencedora do processo licitatório, que está trabalhando a todo vapor nas duas obras, a pedido da Prefeitura de Marília, que tem priorizado o combate à pandemia do Covid-19, mas também dá sequência a realização de obras consideradas essenciais à cidade.
O prefeito Daniel Alonso destacou o andamento das obras. “Estamos felizes em saber que as duas obras estão absolutamente dentro do cronograma de execução e inclusive adiantadas. Agradeço todo o empenho da Construmedici e em pouco tempo teremos duas grandes escolas para atender toda a demanda do Maracá, do Montana e do Trieste Cavichioli. Estamos construindo com recursos próprios, que conseguimos economizar num esforço muito grande nestes anos difíceis, porque entendemos as prioridades da população e iremos continuar investindo nas nossas crianças”, disse o prefeito Daniel Alonso.
Segundo o engenheiro da Construmedici, Márcio Yoshida, que está acompanhando as duas construções, a escola do Maracá já tem uma parte da cobertura pronta, sendo realizado atualmente o contramarco para a instalação das janelas e iniciando o chapisco, reboco e revestimento de gesso, contrapisos e instalação elétrica e hidráulica. Já a Emef Montana teve a execução parcial da laje, chapisco e reboco, além do início de elétrica e hidráulica.
“A Emei Maracá será finalizada primeiro e logo depois a Emef Montana, que é uma construção maior. As duas escolas estarão concluídas no segundo semestre deste ano”, afirmou o engenheiro.
As obras estão orçadas em R$ 18 milhões, sendo que os projetos foram preparados pela própria Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, com acompanhamento da equipe da Educação, que conhece as necessidades das crianças e dos educadores.

EMEI MARACÁ
Com capacidade para 600 alunos, a partir do Nível III (um ano e dois meses) até o fim do período pré-escolar (cinco anos), a Emei Maracá está sendo construída em uma área da Prefeitura na esquina entre as ruas Nair de Jesus Volpolini Nunes e Jurandir Orlando Betti, distante poucas quadras da avenida Pastor Darci da Silva Lima, principal via do residencial.
A escola será equipada com toda a estrutura para os pequenos, com salas de brincar (brinquedotecas), espaços para o “soninho”, amplo refeitório, playgrounds e quadra para atividades e eventos com as famílias, num espaço total de 2,5 mil m² de área construída.

Foto Noticia Principal Grande

EMEF MONTANA
Também com capacidade para até 600 alunos, a Emef Maracá homenageará a “Professora Sofia Teixeira Barbosa”, que foi diretora da escola municipal “Antônio Garcia Egéa” (que fica no distrito de Amadeu Amaral) e faleceu em 2018.
A escola será construída na avenida Alberto Tolentino, entre as ruas Lúcio Flávio e Artur Lopes Garcia (Tuta), em importante via de ligação do Montana e com fácil acesso para o residencial Maracá.
A escola atenderá crianças do 1º ano (6 anos de idade) até o 5º ano (entre dez e 11 anos de idade). A unidade escolar terá salas de aula, salas de brincar – brinquedotecas –, espaços para o descanso das crianças, amplo refeitório, playgrounds e quadra para atividades e eventos com as famílias, numa área total de 2,8 mil m² de área construída.


Fotos: Julio Cesar de Carlis
Foto Noticia Principal Grande