O Fora Maia no Twitter depois do desabafo do Presidente Bolsonaro.



ImagemPela primeira vez o Presidente Jair Bolsonaro foi realmente duro com as palavras com relação a Rodrigo Maia. O Presidente fez declarações diretas sobre o comportamento de Maia e o colocou como sabotador do governo e um articulador ao estilo da velha política. O Presidente, desde o início do Governo, sempre buscou uma relação amistosa com os três poderes, buscado conciliar e não criar polêmica mesmo nos momentos políticos em que ficaram evidentes que existia sabotagem e traições ao governo.       

Bolsonaro disse em entrevista a CNN, em tom de desabafo, que com ele BOLSONARO, não têm articulações, que  em outras palavras é entendido como o "tomá lá dá cá" que sempre foi praticado na política brasileira. 
O Presidente disse que Rodrigo Maia tem um comportamento péssimo quando aprova somente o que convém a ele e aos políticos que apoiam as "articulações" e quando joga o governo federal contra os governadores.

 Bolsonaro acusou Maia de tentativa de derrubá-lo da presidência com suas armações e sabotagens a todos os projetos que é do interesse do povo e para o bem da população.  
Bolsonaro disse que Rodrigo Maia está dando uma "facada" metafórica nele, como Presidente.  Disse ainda que Rodrigo Maia não tem sentimento patriótico e que o Brasil não merece o que ele vem fazendo. 
Bolsonaro afirmou que o Ministro da Economia Paulo Guedes não quer mais contato com Rodrigo Maia que só sabe pedir dinheiro e que se for aprovar tudo que Maia pede com relação a gastos o Brasil cairá em um abismo econômico. 

O Presidente disse que Rodrigo Maia está aproveitando o momento de isolamento e a dificuldade de contatos para aprovar o que é do interesse dele e dos seus apoiadores.

Bolsonaro disse que não está preocupado com a sua popularidade e que está no governo para fazer o que tem para fazer segundo as necessidades do povo.

Depois das declarações do Presidente Bolsonaro na rede social
tuwitter o #ForaMaia
178 mil Tweets chegou ao topo dos assuntos mais comentados em menos de uma hora.