Sindicato dos Comerciários de São Paulo garante manutenção de 250 mil empregos por 120 dias

Sindicato dos Comerciários de São Paulo garante manutenção de 250 mil empregos por 120 dias


O Sindicato dos Comerciários de São Paulo garantiu, em negociação com empresas do setor de supermercado e revenda de veículos, a manutenção de empregos e salários por 120 dias, a partir do dia 1 de abril, para 250 mil comerciários (as) da Capital.

Com base na Medida Provisória 936/2020, Ricardo Patah, presidente da entidade, disse que o acordo permite que as empresas promovam a redução do salário e da jornada de trabalho em até 50% por 60 dias, assegurando a manutenção de todos os benefícios aos trabalhadores. Em contra partida, os empregados terão garantia de emprego por mais 60 dias, nesse caso com a volta do salário integral e o retorno à jornada de trabalho normal.


Centenas de empresas do comércio (são mais de 70 mil na capital) estão procurando o sindicato alegando que a redução de salário, nesse momento, e a manutenção dos empregos, é o caminho para evitar uma grande "sangria" no caixa. Elas apostam que a retomada do crescimento só vai acontecer em 90 dias, após o País superar a crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus.

O Sindicato dos Comerciários de São Paulo entende que o maior patrimônio do trabalhador é o emprego e, nesse momento, todos os esforços estão sendo mantidos no sentido de garantir que as empresas mantenham os postos de trabalho.


Mais informações


Assessoria de Imprensa


Mauro Ramos


(11) 99173-0558

Comentários