SP: Enfermeiros, Químicos, Farmacêuticos e Biomédicos, essenciais no combate a Covid-19, tiveram queda salarial ou aumento menor que a inflação


SP: Enfermeiros, Químicos, Farmacêuticos e Biomédicos, essenciais no combate a Covid-19, tiveram queda salarial ou aumento menor que a inflação
Levantamento do Quero Bolsa analisou as contratações e salários, em 2019, com base nos dados do Caged
Em um momento de pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, profissionais de ciências biológicas e da saúde são altamente requisitados para tratar pessoas infectadas ou buscar soluções como antivirais ou vacinas. Entretanto, as contratações de Enfermeiros, Biomédicos, Químicos e Farmacêuticos tiveram queda salarial ou aumento menor que a inflação, em 2019, no estado de São Paulo. O levantamento foi feito pelo Quero Bolsa , plataforma de bolsas de estudo e vagas no ensino superior, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.
Em 2019, o aumento salarial das contratações para a carreira de Enfermagem em relação a 2018 foi de 3,7% (saindo de R﹩ 3.790,00 para R﹩ 3.930,24), enquanto o índice de inflação do período, segundo o IPCA, foi de 4,3%.
As seguintes carreiras também apresentaram correção salarial inferior à inflação:
• Biomédico  - de R﹩ 2.929,93 para R﹩ 2.922,14, com 0,27% de queda;
• Farmacêutico - de R﹩ 3.391,22 para R﹩ 3.476,74, com 2,52% de aumento;
• Químico - de R﹩ 4.416,22 para R﹩ 4.463,47, com 1,07% de aumento.
Carreiras de Medicina e Biologia tiveram ganho real de salário
Entretanto, as contratações das carreiras da Medicina Biologia tiveram ganho salarial real.
Em média, Médicos Clínicos receberam R﹩ 6.597,44, em 2019, alta de 14,6% em relação a 2018, quando o salário pago foi de R﹩ 5.758,20.

Já os Biólogos receberam R﹩ 3.398,73, alta de 7,2% em relação a 2018. Naquele ano, o salário médio foi de R﹩ 3.169,04.
Variação entre 2014 e 2019 segue a mesma tendência
O comportamento dos salários é o mesmo quando avaliada a evolução nos últimos 5 anos. Com uma inflação acumulada de 32,07%, segundo IPCA, 4 das 6 profissões analisadas tiveram perdas frente à inflação (Farmacêutico, Biomédico, Químico e Biólogo). Médico Clínico foi a única com ganho real relevante. Já Enfermeiros tiveram, na prática, reposição da inflação.
Sobre o Quero Bolsa
O Quero Bolsa (https://querobolsa.com.br) conecta alunos a instituições de ensino e oferece vagas e bolsas de estudo em cursos de Ensino Superior, Ensino Básico, Idiomas e Intercâmbio. Em um cenário em que apenas 15,7% dos adultos brasileiros concluíram a graduação, segundo dados do IBGE, ele cresce a passos largos e já gerou uma economia de mais de R﹩ 1,3 bilhão para alunos do país inteiro. Atualmente a plataforma conta com mais de 6 mil escolas parceiras, 1.600 instituições de ensino superior, 2.500 de ensino básico, além de mais de 10 mil opções de cursos de idiomas e 50 mil de intercâmbio.
Informações para a imprensa

Comentários