google.com, pub-0664806714269334, DIRECT, f08c47fec0942fa0

CMC - MÍDIA

Publique, contribua com o CMC

Professores usam os próprios recursos para ministrar aulas online.

10 aplicativos para complementar o ensino em sala de aula |


Professores relatam desafios para o ensino à distância imposto pela pandemia de coronavírus




Beatriz Albuquerque
Dificuldade de acesso à Internet, falta de treinamento para usar as plataformas de educação e até mesmo ausência de equipamentos como celular ou computador. Esses são alguns dos obstáculos encontrados por professores nesse novo momento da educação no país em tempos de pandemia: o chamado EAD - ensino à distância.

Com a disseminação do novo coronavírus, a maioria dos estados brasileiros suspendeu as aulas presenciais e milhares de alunos estão aprendendo em casa. Tanto os estudantes quanto os professores tiveram que se adaptar a essa nova realidade, mas para muitos educadores essa não tem sido uma tarefa fácil.

É o caso da Leila Araújo, que leciona numa escola pública no entorno de Brasília. Ela contou um pouco do que vem passando desde a implementação das aulas on-line.

Saímos do centro-oeste para o extremo norte no país. As dificuldades são as mesmas.

Dilson Teixeira é professor em Boa Vista e conta que gastou R$3 mil  na compra de materiais didáticos e equipamentos para melhorar a qualidade das aulas que ministra para seus alunos. Mas, ele sabe que muitos colegas não têm condições de investir o que acaba prejudicando o trabalho.

O problema da adaptação dos professores ao ensino à distância vai bem além das dificuldades enfrentadas pelos nossos entrevistados.

Cláudio Antunes, diretor do Sindicato dos Professores do DF, explica que as universidades não oferecem, em seus currículos, a formação para educação à distância, o que acaba comprometendo o processo educacional em situações como a que estamos vivendo hoje.


Publique sua matéria