Empresa Paschoalotto em Marília



PREFEITO DANIEL ALONSO ANUNCIA GERAÇÃO DE 4.000 NOVOS EMPREGOS PARA MARÍLIA.
Empresa Paschoalotto em Marília
Empresa Paschoalotto, que já atua na cidade, vai ampliar suas atividades em 60 dias
Empresa Paschoalotto em Marília O prefeito Daniel Alonso anunciou na manhã desta quinta-feira, dia 18, a geração de 3.600 empregos diretos e cerca de 400 indiretos. A empresa Paschoalotto, que já atua na cidade, vai ampliar suas atividades em Marília, instalando-se no antigo Bloco X da Unimar.
A previsão é de que em 60 dias a infraestrutura para o início da contratação dos novos funcionários esteja pronta e iniciando suas atividades com os primeiros 500 novos funcionários dos 4.000 que serão contratados nos próximos 18 meses. Atualmente a empresa tem 2.500 colaboradores contratados.
Além do prefeito Daniel Alonso, participaram da cerimônia, em que foram anunciados os investimentos para a geração destes novos empregos, o presidente da Câmara Marcos Rezende; o vice-presidente da Paschoalotto, Eric Garmes de Oliveira; os superintendentes de operações da empresa Fabio Saião e Anderson Guidolini; o empresário Mauro Natsuo Mitiue, que é o novo proprietário prédio, onde será abrigada a ampliação da empresa Paschoalotto (antigo bloco X da Unimar); o chefe de Gabinete, Márcio Augusto Spósito; a presidente do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília), Mônica Regina da Silva; o secretário municipal da Saúde, Cássio Luiz Pinto Júnior; a secretária adjunta da Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Fernanda Violante; e o assessor da vereadora Profª. Daniela, Beto Casagrande.
O prefeito Daniel Alonso destacou que outras cidades disputaram com Marília para a ampliação da Paschoalotto. “Não foi fácil trazê-los para nossa cidade, porque Bauru, onde foi fundada a empresa, queria, São José do Rio Preto, Sorocaba e Lins também estavam no páreo. Afinal de contas é óbvio que qualquer cidade gostaria de anunciar 4 mil novos empregos”.
O chefe do Executivo lembrou também que esta ampliação abre uma frente de oportunidades, como nunca houve na cidade de Marília. “A empresa emprega pessoas de 18 a 70 anos, como disse o vice-presidente Erick, mas a grande maioria é jovens com seus primeiros empregos e que precisam estudar e aqui eles estão próximos de universidades, como a Unimar, a Unesp e a Univem. E o mais importante, num momento em que o mundo todo passa por uma grande crise econômica, Marilia está abrindo milhares de novos empregos”.
O empresário Mauro Natsuo Mitiue, o novo proprietário do prédio do chamado Bloco X da Unimar, disse que já tem uma parceria com a Paschoalotto, onde juntos escolhem o prédio, a empresa entra com os funcionários e ele com a adequação do local.
“Investimos no mobiliário e em toda tecnologia necessária para que eles possam entrar com funcionários e operar os negócios deles. Temos outros negócios também em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas em Marilia foi muito importante este modelo porque nós temos a necessidade de ampliar a operação do Bloco XIII, que está aqui ao lado. Isso faz com que a gente consiga gerar 3.600 empregos diretos e no mínimo 400 indiretos, porque também estaremos contratando pessoas para limpeza, portaria, restaurante, enfim, todos os prestadores de serviços para esta operação ser mantida.”
VENDA DO PRÉDIO
Sobre a venda do prédio do Bloco X, o prefeito Daniel Alonso disse que foi uma decisão do Executivo, amparada pela Câmara Municipal que autorizou disponibilizar os imóveis que não estavam sendo utilizados para recompor o caixa do Ipremm, solucionando um problema grave do institutoe criando novos empregos. “Quando assumimos, o Ipremm estava literalmente falido e, com a venda desses imóveis, vamos resolvendo mais este problema.”
Com a venda do Bloco X, a Prefeitura arrecadou R$ 5.506.973,88, que serão integralmente repassados ao Ipremm. Serão R$ 2,7 milhões à vista e o restante dividido em 24 parcelas de R$ 114,7 mil com atualização mensal pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).
A presidente do Ipremm, Mônica Regina da Silva, lembrou que desde o início da gestão, o prefeito Daniel Alonso vem agindo para ajudar na recuperação econômica do instituto. “O prefeito Daniel já há algum tempo vem autorizando a vendas de áreas públicas para reverter o valor arrecadado para o Ipremm, o que ajuda muito na questão da folha de pagamento de nossos aposentados. E fico muito feliz que isto também possibilita a geração de novos empregos para a cidade.”

Empresa Paschoalotto em Marília

PASCHOALOTTO
Eric Garmes de Oliveira, vice-presidente da Paschoalotto Serviços Financeiros, destacou que a empresa já mantém 2.500 empregos aqui na cidade de Marília e, com a ampliação, a empresa conseguirá gerar mais empregos para a cidade, que tão bem recebeu a empresa e que ao fim das contratações se tornará uma das empresas que mais empregos oferecem para a cidade.
“Nós estamos crescendo e agradecemos muito ao prefeito Daniel Alonso por não ter medido esforços para que esta ampliação pudesse acontecer aqui na cidade de Marília Todo crescimento deve ser comemorado, mas especialmente neste momento em que estamos vivendo um índice de desempregos e a crise sanitária pelo qual o mundo tem passado, a gente poder oferecer emprego às pessoas”, afirmou o vice-presidente da empresa.
Erick falou ainda sobre a satisfação da empresa em estar crescendo. “Isso nos deixa muito feliz porque estamos vendo a materialização dos propósitos não só dos acionistas como de todo nossa liderança, que trabalha firmemente para passar por este momento da melhor forma. Este crescimento vem não só de novos negócios mas também pela forma que a gente enfrentou a pandemia, respeitando tudo o que foi definido no decreto municipal. Por causa do espaçamento sanitário, só utilizamos 50% do espaço físico que já temos em Marília no momento. Cerca de 30% dos nossos funcionários estão em home office.”
CÂMARA
O presidente da Câmara Municipal de Marília, vereador Marcos Rezende, também ressaltou a importância do anúncio feito nesta quinta-feira pelo prefeito e pela empresa Paschoalotto. “Eu classifico isso como um case no país. Iniciamos o ano com uma grande expectativa para a economia, de repente veio esta pandemia que causou uma retração econômica. Então Marília se torna assim um case para o país”
Rezende destacou ainda a escolha da empresa por fazer sua ampliação em Marília. “A empresa poderia ir para qualquer lugar, mas escolheu Marília porque hoje o Executivo e o Legislativo tratam a cidade com respeito e, de forma republicana, buscam sempre melhorar a qualidade de vida na cidade. Um exemplo disso é a grande obra do tratamento de esgoto, que trará mais saúde e qualidade de vida, além de atrair a vinda de grandes empresas, como é essa ampliação da estrutura da Paschoalotto em nossa cidade”.

Empresa Paschoalotto em Marília

CURRÍCULOS
A Paschoalotto Serviços Financeiros já está recebendo as inscrições de interessados em fazer parte do quadro de funcionários da empresa, através do site: https://www.paschoalotto.com.br/trabalhe-conosco/.

Fotos: Mauro Abreu/Asessoria de Imprensa PMM