https://www.google.com/appserve/mkt/optin/AD-FnEw6aolQdEQFzj58DL0CRIvBVnLloDmToDBY4md6SHn3YqacVCZlkrbKFHqDmXkeAoP-nva2uUDxHwcbcwnNWAY5tQ-fX20uXTYUutPsyIQTW-5p-yLxuz4?hl=en-US google.com, pub-0664806714269334, DIRECT, f08c47fec0942fa0

COMPARTILHAR

Home

FSA destina mais de R$ 2,6 milhões para redução de danos causados pelo covid-19


Fundação Salvador Arena destina mais de R$ 2,6 milhões para redução de danos causados pelo covid-19
Ações incluem amparo a famílias carentes, cidadãos em situação de rua e hospitais na capital paulista, região do ABC e em São Luís (MA)
Comprometida em apoiar as comunidades no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, a Fundação Salvador Arena (FSA), instituição civil de finalidade beneficente, de direito privado e sem fins lucrativos, está destinando R﹩ 2.662.012,00 a várias frentes sociaiscomo amparo a famílias, cidadãos em situação de rua e hospitais, alcançando inicialmente 79.454 pessoas diretamente.
Entre as instituições de saúde atendidas, a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo recebeu cerca de R﹩ 360 mil para a compra de novos sistemas de vácuo, aspiradores de secreção, monitores multiparâmetros, macas, fios para entubação, entre outros produtos para equipar as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).
De acordo com Sérgio Loyola, Gerente de Desenvolvimento e Promoção Social da FSA, a Santa Casa estava pré-selecionada no Programa de Apoio a Projetos Sociais (PAPS), edital anual de promoção e desenvolvimento social em prol de pessoas em situação de vulnerabilidade e risco socioeconômico. "Em razão da pandemia, levamos o projeto desta instituição para aprovação do Conselho de forma extraordinária, com o intuito de ajudá-la a se preparar para o desafio iminente imposto pelo novo coronavírus com a aquisição imediata dos equipamentos", explica Loyola.
Já o Hospital Santa Marcelina, maior da zona leste de São Paulo, recebeu tubos de cobre, conexões e peças para ampliação do pronto socorro, além de mil litros de álcool em geltotalizando R﹩ 19.107,00 em investimentos.
A Fundação também ampliou o Programa de Auxílio Emergencial para Famílias (PAEF), que fornece cartão supermercado a lares em situação de vulnerabilidade social. A indicação é feita pelos colaboradores e, devido ao surto de covid-19, foi ampliado de 400 para 2.100 famílias, beneficiando aproximadamente 6.930 pessoas. O Programa de Alimentação Complementar para Entidades Sociais (PACES), que subsidia entidades beneficentes que oferecem alimentação também foi expandido. Além do aumento de 49 para 60 instituições contempladaspassou a fornecer cestas de alimentos e produtos de higiene e limpeza para os assistidos consumirem em suas casas. Estas ampliações demandaram R﹩ 1.460.167 em investimentos.
Ainda na linha alimentar, a FSA garante mil refeições diárias, por três meses, para cidadãos em situação de rua atendidos pelo Serviço Franciscano de Solidariedade (SEFRAS), que atua no entorno do Largo São Francisco, região central de São Paulo. Para os alunos do seu Centro Educacional em situação de vulnerabilidade e moradores de bairros carentes da região do ABC Paulista, a Fundação vem fornecendo cestas básicas que, juntas, somaram investimentos de R﹩ 235.750,00.
Outra ação de destaque é a destinação de 300 litros de álcool em gel e cerca de 1.000 cobertores ao Fundo Social de São Bernardo do Campo, que fará a distribuição em diversas comunidades atendidas pelas ONGs da cidadeum investimento de mais R﹩ 24.800,00.
Um projeto em comum com o Centro Educacional e Profissional do Coroadinho (CEPC), situado em região de extrema vulnerabilidade social em São Luís do Maranhão, iniciado em 2019, permitiu estender as ações da FSA na comunidade e garantir a chegada de alimentos e produtos de limpeza, direcionando R﹩ 105.780,00 a 2.356 famílias.
"Estas ações extraordinárias foram iniciadas em março, logo que entramos em isolamento social e seguirão em desenvolvimento até o mês de agosto, em paralelo aos demais projetos sociais estabelecidos em nosso calendário. Dependendo da evolução da pandemia, elas podem ser ampliadas ou até mesmo reestruturadas. Tudo o que fizemos está alinhado com o propósito da Fundação Salvador Arena, que é contribuir com o processo de transformação da ‘sociedade em que vivemos rumo à ‘sociedade que queremos, mais justa, digna, equânime, igualitária e fraterna", finaliza Loyola.
Sobre a Fundação Salvador Arena
A Fundação Salvador Arena (FSA) é uma instituição civil de finalidade beneficente, de direito privado e sem fins lucrativos, criada em 1964 pelo empreendedor social Salvador Arena (1915-1998) para manter atividades voltadas à transformação social, atuando nas áreas de educação e assistência, e apoiando nas áreas de saúde e habitação. Nos últimos 10 anos, destinou cerca de R﹩ 590 milhões para ações que visam o fortalecimento do terceiro setor brasileiro e em projetos sociais ligados à educação, saúde e habitação, das regiões da Grande São Paulo, Baixada Santista e semiárido nordestino. É mantenedora de um Centro Educacional, seu principal projeto social na área de educação, na cidade de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, que atende 3.193 alunos gratuitamente, do nível básico à pós-graduação. Saiba mais em http://www.fundacaosalvadorarena.org.br.
Mais informações para a imprensa
Gabriela Pomarino | gabriela.pomarino@cdn.com.br | (11) 4359-6577
Marleide Rocha | marleide.rocha@cdn.com.br | (11) 4084-2790
Fernanda Salatini | fernanda.salatini@cdn.com.br | (11) 4084-4830
Luana Raggio | luana@cdn.com.br | (11) 3643-2821