Última publicação

Reforma administrativa deve ser efetiva apenas no longo prazo

Para André Félix Ricotta, professor de Direito Tributário, a não inclusão dos servidores atuais deve facilitar a aprovação, mas proposta não será capaz de solucionar atuais distorções

As linhas gerais da proposta da reforma administrativa, que tem como objetivo reduzir gastos com o serviço público, já começaram a ser apresentadas pelo governo federal. As regras da medida afetam os futuros servidores da União, estados e municípios, mas não deve trazer economia aos cofres do governo no curto prazo, pelo fato de possuir efeito nulo sobre os atuais servidores públicos, além de preservar categorias como juízes, procuradores, promotores, deputados e senadores.

Especialista em Direito Tributário, o advogado e professor do Mackenzie, André Félix Ricotta,acredita que essa reforma não será capaz de solucionar as atuais distorções nos gastos com os servidores. "Os problemas atuais ela não vai resolver, pois será aplicada apenas para os novos servidores, para quem ingressar no serviço público …

Mulher assassinada

Mulher é morta a facadas em Ibirarema — Foto: Facebook/Reprodução


Na noite desta quinta-feira (11), véspera do dia dos namorados, uma mulher de 23 anos foi morta a facadas em Ibirarema (SP). Segundo o boletim de ocorrência, o suspeito do crime era companheiro dela e também morreu depois de ser socorrido com um tiro contra a boca no sítio onde morava.

De acordo com a polícia, a equipe foi acionada para atender a ocorrência de um possível feminicídio no centro da cidade. Quando a equipe chegou ao local, Luana Silva de Oliveira estava sendo socorrida por uma ambulância após ter sido vítima de esfaqueamento.

No pronto-socorro, os policiais descobriram que o suspeito do crime era Clóvis Munhoz, de 35 anos. Eles foram até o sítio onde ele morava e o encontraram caído no chão, com um disparo de arma de fogo na boca.

O suspeito também foi levado para o pronto-socorro, mas ele e a vítima não resistiram aos ferimentos e morreram. Segundo a testemunha, o casal convivia em regime de união estável.

A faca e a arma utilizadas no crime foram apreendidas pela polícia, que investiga o caso.

Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília

Comentários