A Topografia

Minas Júnior Consultoria Mineral

A situação é a seguinte: arredores de uma grande obra, muitos profissionais trabalhando, máquinas passando (…) no meio disso tudo você nota um pequeno grupo de trabalhadores, de prancheta na mão e grandes equipamentos sustentados por tripés. Alguns carregam uma espécie de régua gigante e se afastam bastante, enquanto outros olham pelas lentes no alto do tripé e fazem algumas anotações. Com certeza você já presenciou algo do tipo, não é mesmo!? É um levantamento topográfico acontecendo.

Como funciona?

A topografia ocupa-se em representar superfícies tridimensionais (3D) em planos (2D) através de linhas chamadas curvas de nível. Essas linhas representam o contorno de uma superfície numa determinada altura.

pontos de intercepção de planos paralelos em uma montanha projetados em uma superfície plana, gerando curvas de níveis
O mapa topográfico é a determinação de uma serie de alturas e a suas respectivas posições em uma área que se deseja topografar.
Imagine uma montanha em cima de uma base perfeitamente horizontal; agora imagine cortes nessa montanha, paralelos ao chão; um corte é feito a cada 100 metros, por exemplo. Cada um desses cortes terá um contorno e esse contorno pode ser projetado no chão. O trabalho de um topógrafo consiste em representar o relevo como projeções numa folha de papel.

Mas como isso é feito?

O tipo de medição realizada por um topógrafo apoia-se, basicamente, nas relações trigonométricas. Dispondo os equipamentos em diversas combinações de pontos, de modo a variar as distâncias e ângulos entre eles, os topógrafos constroem vários triângulos retângulos e assim conseguem determinar o formato do contorno de um corte. Fazendo isso para várias alturas, tem-se vários cortes e daí surge um mapa topográfico.

pessoas localizadas em diferente posições formando triângulos, cones e semicircunferências entre si
Locação por coordenada. É tomada a distância e o ângulo de forma eletrônica, onde o operador em Yp orienta o auxiliar na implantação dos pontos de Pc a Pt.
Mas e a curvatura da Terra? Não atrapalha?” Sim e não! Teoricamente há distorções, pois não é possível representar um objeto 3D perfeitamente num plano sem que elas aconteçam. A questão é que a topografia se encarrega de representar pequenas áreas, então as distorções são muito pequenas, já que o planeta é muito grande. Faça o teste você mesmo: faça um desenho numa bola e, enquanto a tinta estiver fresca, encoste uma folha de papel na bola. Os pontos do desenho que estiverem mais próximos do primeiro ponto de contato ficarão mais fiéis ao desenho original, enquanto os mais distantes ficarão mais distorcidos.
Com o avanço da tecnologia, os erros vêm ficando cada vez menores. Ferramentas mais precisas e tratamentos estatísticos de dados contribuem para o aperfeiçoamento de todas as medidas. É possível comparar os dados de um levantamento topográfico com imagens de satélite e coordenadas de GPS e assim refinar o mapa final.
Se informe aqui sobre o GPS e seu uso na mineração!

E pra que serve?


mapa topográfico
O resultado da topografia, o mapa topográfico. Este com elevação, vias de acesso, drenagens e áreas urbanas.
Um mapa topográfico tem aplicações muito diversas, sendo crucial para a construção civil, seja de pequeno ou grande porte; projetos agronômicos, como lavouras ou criadouros; planejamento urbano como construções de túneis e pontes, ou definição de zonas urbanas (industrial ou residencial); lavras subterrâneas ou a céu aberto; rodovias e ferrovias; etc. Tantas aplicações  fazem da topografia uma técnica poderosa e que exige precisão, tanto por parte de instrumentos quanto por parte de seus operadores.
Gostou do texto? Então confira outros conteúdos em nosso blog!