https://www.google.com/appserve/mkt/optin/AD-FnEw6aolQdEQFzj58DL0CRIvBVnLloDmToDBY4md6SHn3YqacVCZlkrbKFHqDmXkeAoP-nva2uUDxHwcbcwnNWAY5tQ-fX20uXTYUutPsyIQTW-5p-yLxuz4?hl=en-US google.com, pub-0664806714269334, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Tradutor

Pesquisar

Daniel Alonso que seguirá à risca o Plano São Paulo, fazendo apenas adequações funcionais à realidade da cidade de Marília

Foto Noticia Principal Grande
Chefe do Executivo sancionou lei aprovada pela Câmara Municipal eque institui o Plano Estratégico de Retomada das Atividades Econômicas
O prefeito Daniel Alonso afirmou na tarde desta sexta-feira, dia 23, durante a 19ª Reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 (Novo Coronavírus), que seguirá à risca o Plano São Paulo, fazendo apenas adequações funcionais à realidade da cidade de Marília.
Pouco antes da reunião do comitê, o chefe do Executivo sancionou a lei aprovada pela Câmara Municipal na última segunda-feira (20) à noite e que institui o Plano Estratégico de Retomada das Atividades Econômicas do Município de Marília.
A lei padroniza a reabertura dos estabelecimentos comerciais que integram o comércio de rua, shopping centers, bares, restaurantes, cabeleireiros, barbearias, manicures e estabelecimentos afins, academias, centros de ginástica e clubes esportivos.
Para garantir a segurança de clientes, funcionários, colaboradores, fornecedores e proprietários, bem como se adequar às exigências técnicas e científicas de natureza sanitária indicadas pelas autoridades competentes, haverá um Manual de Conduta com autorregulamentação para a reabertura do comércio.
“Não estamos reclassificando Marília e sim seguindo à risca o Plano São Paulo. O que estamos fazendo são adequações funcionais à realidade de Marília que, se levarmos em conta inclusive a variação de óbitos nos últimos 15 dias, a nossa cidade estaria na faixa 4. Vamos seguir à risca os critérios do Plano São Paulo com toda responsabilidade”, afirmou o prefeito Daniel Alonso.
A lei será publicada na edição deste sábado (25) do Diário Oficial do Município de Marília e estabelece regras e horários para o funcionamento das atividades a partir de segunda-feira, dia 27.
O comércio de rua funcionará das 10h às 16h de segunda a sexta-feira e das 9h às 15h aos sábados; enquanto os shopping centers ficarão abertos das 12h às 20h de segunda a sábado e das 14h às 20h aos domingos. Já bares e restaurantes terão autonomia para escolher o período de funcionamento por seis horas, levando em conta a necessidade de cada estabelecimento.
MARÍLIA SE DESTACA
O Ministério de Saúde divulgou que 12 unidades no país se tornaram Centro de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19, Tipo 2, sendo quatro delas estão em Marília: UBS Nova Marília, UBS Cascata, UBS Castelo Branco e UBS São Miguel.
“Isto é mais uma prova que Marília está no caminho certo no combate à pandemia, tendo um dos melhores índices de todo o Estado de São Paulo. Das 12 unidades habilitadas em todo o país, quatro delas estão na nossa cidade, comprovando que o trabalho de Marília no enfrentamento à Covid-19 está entre os melhores do Brasil”, afirmou Daniel Alonso.
CÁLCULOS
De acordo com a Vigilância Sanitária e levando em conta a Semana Epidemiológica 29, de 12 a 18 de julho, Marília está com nota 4 na Capacidade do Sistema de Saúde e nota 3 na Evolução da Epidemia, levando em conta os critérios estabelecidos pelo Plano São Paulo. “Não temos óbito no município desde o último dia 11 e a situação hospitalar está sob controle, com ocupação de 45% dos leitos de UTI e 40% dos leitos clínicos”, disse Luciano Villela, responsável pela Vigilância Sanitária.

Fotos: Mauro Abreu/Assessoria de Imprensa PMM

COMPARTILHAR