DogHero promove campanha de vacinação durante todo o mês de agosto


DOGHERO

O mês de agosto é tradicionalmente conhecido como o período de vacinação nos animais de estimação. Em meio à pandemia do COVID-19 e isolamento social, muitos tutores podem se sentir seguro em seguir com o calendário de vacinação dos pets e deixar esse cuidado de lado.
No entanto, a vacinação dos pets é ainda mais importante em tempos de época viral, como o COVID-19. Para conscientizar os tutores de pets, a veterinária da DogHero - maior empresa de serviços para pets da América Latina

DogHero promove campanha de vacinação durante todo o mês de agosto

Campanha procura conscientizar os pais e mães de pets sobre a importância de manter as vacinas dos animais de estimação em dia, principalmente diante da pandemia do COVID-19
São Paulo, julho de 2020 -  Agosto é tradicionalmente conhecido como o período de vacinação de cães e gatos devido às campanhas anuais promovidas por ONGs e Prefeituras, com o objetivo de prevenir doenças e manter o controle de zoonoses que são transmitidas para os humanos. Com o propósito de manter a saúde e bem-estar da comunidade pet, a DogHero, maior empresa de serviços para pets da América Latina, vai promover a campanha de vacinação durante todo o mês, para conscientizar os tutores sobre a importância da vacinação.
"Muitos pais e mães de pets costumam vacinar os animaizinhos apenas quando filhotes, mas é necessário reeducar esses tutores sobre a importância da vacinação anual. Além disso, vivemos a pandemia do COVID-19, em que ainda não há confirmação dos órgãos de saúde sobre a contaminação de cães e gatos com o novo coronavírus, mas devemos cuidar da imunidade do pet mantendo a carteira de vacinação em dia e uma alimentação saudável", lembra a especialista da DogHero, Amanda Peres.
Os cães devem ser vacinados obrigatoriamente com a antirrábica (contra a raiva) e a v8 ou v10. Já as vacinas contra giárdia, tosse dos canis e leishmaniose são opcionais, mas necessárias para a saúde do cachorro e devem ser aplicadas somente após a avaliação de um médico veterinário que irá avaliar a real necessidade do seu animal tomá-las a. No caso dos gatos, os tutores devem vaciná-los com a v3, v4 ou v5. "As vacinas contribuem para evitar doenças que possam ser fatais para os pets, como a parvovirose e a cinomose e ou que sejam zoonoses, ou seja, aquelas que podem ser transmitidas para os humanos, como por exemplo a raiva. O cuidado com os animais em épocas virais deve ser redobrado para todos os pets, mas se o animal for filhote ou idoso, o tutor deve dar uma atenção maior", lembra a veterinária.
O pai ou mãe de pet deve sempre consultar um especialista de confiança para avaliar quais outras vacinas o pet precisa, de acordo com o risco de exposição e estilo de vida do animalzinho. As imunizações contra parvo virose, e gripe canina, por exemplo, são geralmente indicadas para os animais que frequentam escolinhas, creches, hospedagens ou frequentam lugares públicos como eventos e exposição.
Sobre a DogHero
DogHero é a maior empresa de serviços para animais de estimação da América Latina. Pelo seu app e site, conecta quem tem pet a anfitriões, pet sitters, passeadores e veterinários que ajudam na rotina e cuidam dos pets quando os pais têm uma viagem, algum compromisso ou necessitam de uma consulta em casa. Atualmente, a comunidade de heróis conta com mais de 20 mil cuidadores em cerca de 930 cidades no Brasil, Argentina e México que passam por um extenso e rigoroso cadastro e recebem orientação adequada. A DogHero foi fundada em 2014 pelos empreendedores brasileiros Eduardo Baer e por Fernando Gadotti.