Aulas online carecem de maior inclusão para debate mais amplo

 


Entre pontos positivos e negativos, o debate sobre o ensino remoto está muito longe de abranger a totalidade dos estudantes no Brasil. Para psicóloga e consultora em educação Carla Jarlicht, as diferenças sociais e as disparidades entre ensino público e privado limitam qualquer análise mais aprofundada sobre o assunto.

- Como podemos tratar do ensino remoto com milhões de alunos da rede pública que ficaram sem acesso a essa ferramenta? Quantos ficaram sem aula? Não tivemos uma coordenação central para tratar desse desequilíbrio no momento da pandemia - ressalta Carla.

Para os que tiveram acesso às aulas online, a educadora destaca a importância da aproximação entre pais e professores, fazendo com que essa parceria, vital para o desenvolvimento do aluno, ganhasse papel central..

- Os pais puderam acompanhar o andamento das aulas e observaram questões que fazem parte do dia a dia a que eles, na maioria dos casos, não estavam familiarizados. Isso foi importante, pois a responsabilidade passou a ser mais bem equilibrada - Carla.

No entanto, ela ressalta que a educação é um sistema mais complexo e que precisa ser visto como um todo. As diferenças entre as redes pública e privada são históricas e, segundo Carla, foram agravadas ainda mais com a pandemia.

APOIE, COLABORE