O ensino remoto e possíveis mudança que vieram para ficar.

O ensino remoto e possíveis mudança que vieram para ficar.


Segundo Sindicato dos Professores de São Paulo  quase 2.000 professores de universidades foram demitidos apenas no Estado. Essa realidade não se restringe a educação de São Paulo e apenas ao ensino superior. A educação básica também sofre uma mudança radical, tanto por conta da crise econômica provocada pelo Coronavírus  em que milhares de professores categoria O,  eventuais e professores de escolas particulares perderam ou ainda perderão seus empregos, quanto pelas dificuldades de adaptação dos profissionais e dos alunos que não possuem recursos tecnológicos, ou por conta de suas dificuldades de aprendizagem que podiam ser mascaradas pelo ensino presencial na chamada escola inclusiva.

As escolas particulares passaram por uma situação bem difícil nesse momento de adaptação ao modelo de ensino remoto, porém essa transição esta se revelando uma possibilidade de mudança definitiva, especialmente nas escolas de ensino básico.
É perceptível que muitos dos alunos das escolas particulares possuem melhores recursos e acessos a tecnologias e, provavelmente, os pais desses alunos possuem mais instrução e escolaridade que os pais da maioria dos alunos de ensino público, levando em conta que a escolas particulares não lidam a inclusão social do mesmo modo que a escola pública. 

Depois desses meses de ensino a distância é notável que esses alunos já estão se adaptando ao novo modelo, e os pais estão percebendo isso, e alguns pais já perceberam a economia que pode ser gerada a partir, talvez, de um  modelo de ensino semipresencial na educação básica, especialmente no fundamental II e ensino médio. As economias quanto a roupas, sapatos, alimentação, transporte, e quem sabe, uma mensalidade mais em conta, afinal a escola também teriam uma  redução de custos em suas despesas. 

Além todas essas vantagens econômicas, os pais perceberam que podem acompanhar e estar presentes na formação de seus filhos, e contam ainda com a segurança de estar em casa e poderem adaptar seus horários de estudos segundo suas necessidades. Os alunos, que realmente se empenharam nesses quase meio ano ensino a distância, ganharam maturidade, comprometimento, disciplina  e responsabilidade com seus estudos, com seus horários de aulas, com as atividades escolas e com os prazos de entregas de seus trabalhos.  
Essa maturidade que o aluno pode adquirir no ensino a distancia, muito provavelmente, seria adquirida apenas no ensino superior.