CMC - MÍDIA

Vídeo vazado da câmera corporal mostra novos detalhes da prisão de George Floyd

 



Após ter sido morto no final de maio em uma ação policial, a morte do americano George Floyd desencadeou uma série de protestos pelo mundo sobre questões raciais e a brutalidade policial, principalmente com a população negra. Agora, o jornal britânico Daily Mail teve acesso às câmeras de dois policiais envolvidos na ação dando uma visão mais clara sobre os eventos que antecederam a morte do homem negro.

São mais de 18 minutos mostrando a abordagem que dois dos policiais envolvidos no assassinato, Alex Kueng e Thomas Lane, utilizaram para abordar o homem que, supostamente, comprou cigarros em uma loja de conveniência com uma nota falsa.

Pelas imagens, é possível notar  que desde o primeiro momento, Floyd se mostrou assustado e pediu repetidas vezes para que não atirassem nele. Os policiais afirmaram que não iriam, mas foram completamente inerentes às diversas vezes em que o homem, que afirmou ser claustrofóbico, fez. Especialmente quando o imobilizaram no chão.

As imagens, que até então tinham sido exibidas apenas para um seleto grupo de pessoas durante o julgamento dos policiais no caso, foram vazadas para o jornal inglês que agora as compartilha com o mundo. Floyd, antes de ser jogado no chão, resistiu às tentativas dos policiais de entrar no banco de trás da viatura após afirmar diversas vezes que era claustrofóbico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA