Candidatos a Prefeito de Marília

 

Eleições 2020 Marília




Eleições 2020 cidade de Marília 


do G1 Marília 

Veja nomes definidos em convenção de candidatos à Prefeitura de Marília (SP) nas eleições 2020, em ordem alfabética, de acordo com o nome utilizado junto à Justiça Eleitoral.

As candidaturas ainda dependem de confirmação da Justiça Eleitoral.

(A matéria está em atualização)


Abelardo Camarinha (Podemos) - 19



O Partido Podemos oficializou no sábado (12) a candidatura de Abelardo Camarinha à prefeitura de Marília (SP) durante a convenção da coligação que reúne dez partidos e que foi realizada de forma presencial no Ginásio dos Bancários, na zona sul de Marília no dia 12 de setembro. O empresário e comerciante Paulo Alves (Progressista), de 37 anos, integra a chapa como vice-prefeito.

Além do Podemos e do Progressista, a coligação da chapa de Camarinha é integrada ainda por PSB, Solidariedade, PROS, Patriota, PSC, DEM, Avante, Republicanos. A coligação contará com 160 candidatos a vereador.

Abelardo Camarinha é advogado, tem 68 anos, e foi três vezes prefeito de Marília. Ele também foi eleito deputado federal e duas vezes deputado estadual.




Adão Brito (PDT) - 12


O Partido Democrático Trabalhista (PDT) oficializou a candidatura do comerciante e empresário Adão Brito à prefeitura durante a convenção do partido, no dia 6 de setembro, que vai para disputa sem coligação. O radialista Hélio Mariano integra a chapa como vice-prefeito.

Adão Brito tem 42 anos, é presidente do PDT em Marília há um ano e meio e concorre pela primeira vez ao cargo de prefeito da cidade. Também é a primeira vez que o empresário disputa um cargo político.




Capitão Eliton (PV) - 43



O Partido Verde (PV) oficializou a candidatura do policial militar Eliton Sanches, conhecido como Capitão Eliton, à prefeitura de Marília na convenção do partido no dia 14 de setembro.

O empresário e comunicador Laerte Bedendo, de 44 anos, foi indicado para compor a chapa como candidato a vice-prefeito. O PV não terá coligação com outros partidos na disputa deste ano.

O Capitão Eliton, de 46 anos, é oficial da Polícia Militar onde atua como comandante do Policiamento Ambiental. Ele é casado e tem um filho.




Daniel Alonso (PSDB) - 45



O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) oficializou a candidatura à reeleição do empresário Daniel Alonso à prefeitura de Marília na convenção do partido, realizada nesta terça-feira (15).

Cícero do Ceasa (PL) integra a chapa como vice-prefeito. Além do Partido Liberal (PL), faz parte da coligação o Partido Trabalhista Cristão (PTC).

Daniel Alonso tem 54 anos e é o atual prefeito de Marília. Antes das eleições de 2016, quando foi eleito, ele disputou as eleições de 2012 também para o cargo de prefeito.




Juliano da Campestre (PRTB) - 28



O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) anunciou Marcos Juliano Ferreira, conhecido como Juliano da Campestre como candidato a prefeito de Marília (SP) no dia 13 de setembro. Também foi anunciado o nome do professor aposentado e atual vereador Mário Coraini, de 84 anos, do PTB, como vice chapa.

O comunicador e empresário Juliano da Campestre tem 40 anos e disputa a prefeitura de Marília pela segunda vez - a primeira tentativa foi em 2016. Dois anos depois, então pelo partido Solidariedade, Juliano tentou uma vaga na Câmara dos Deputados em Brasília, mas não se elegeu.




Juvenal de Aguiar (PT) - 13




O Partido dos Trabalhadores (PT) oficializou a candidatura do professor aposentado Juvenal de Aguiar à prefeitura durante a convenção do partido, feita de forma online no dia 13 de setembro.


O estudante universitário Pedro Donizete Alves Júnior integra a chapa como candidato a vice-prefeito. O partido não oficializou coligações para as eleições municipais.

Juvenal de Aguiar, de 72 anos, é professor aposentado e diretor regional do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp).

Nas eleições de 2016 foi candidato a vereador pelo PT, cargo que também disputou nas quatro eleições anteriores. Foi candidato a deputado federal nas eleições de 1998 pelo PDT, ocupando na época o cargo de suplente do partido na Câmara Federal.




Lilian Miranda (PCO) - 29



O Partido da Causa Operária (PCO) anunciou Lilian Miranda como candidata a prefeita de Marília no dia 13 de setembro. Também foi anunciada Luciana Nucci como vice na chapa.

A professora Lilian Miranda, de 42 anos, disputou as últimas eleições municipais, em 2016, quando concorreu ao cargo de vereadora em Marília, mas não foi eleita.

Dois anos depois, em 2018, foi indicada como candidata a vice-governadora na chapa do PCO com Edson Dorta. Como a candidatura de Dorta foi rejeitada, Lilian foi lançada como candidata a governadora, mas o TRE indeferiu o registro da chapa pela falta de um documento.


 

Marcos Kohlmann (PSL) - 17



O Partido Social Liberal (PSL) oficializou a candidatura do administrador de empresas Marcos Kohlmann à prefeitura durante a convenção realizada na Câmara de Vereadores no dia 7 de setembro. O PSL não fará coligação e a empresária Regiane Mellos integra a chapa com a candidatura ao cargo de vice-prefeita.

Marcos Kohlmann, 60 anos, é mariliense e atua como administrador de empresas na indústria automobilística. Esta será a primeira vez que ele disputa uma eleição.




Nayara Mazini (PSOL) - 50



O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) oficializou a candidatura da enfermeira Nayara Mazini à prefeitura de Marília na convenção do partido no dia 12 de setembro, realizada na Câmara Municipal.

O advogado Luís André Lisque, de 28 anos, integra a chapa como vice-prefeito. O PSOL disputa as eleições sem coligação.

Nayara de Fátima Mazini Ferrari tem 37 anos e está concorrendo ao cargo de prefeita de Marília pela primeira vez.





Tato Ambrósio (MDB) - 15



O partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB) anunciou Tato Ambrósio como candidato a prefeito de Marília (SP) no dia 13 de setembro. Também foi anunciado Renê Fadel Nogueira, de 76 anos, como vice na chapa durante convenção do MDB, que não fará coligações.

O empresário Tato Ambrósio, de 73 anos, destacou-se no ramo industrial e ficou conhecido por sua atuação política. Nas eleições de 2016, ele foi eleito na chapa de Daniel Alonso e é o atual vice-prefeito de Marília.


Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília

PUBLIQUE, PATROCINE O CMC