Google

No indicador “mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes”, média de Marília é comparável às melhores do mundo

Marília
O avanço de Marília à fase Amarela do Plano São Paulo, confirmado pelo Governo do Estado de São Paulo no início da tarde desta sexta-feira, dia 4 de setembro, e os melhores índices do município no indicador “mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes” foram os destaques da 23ª Reunião do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, realizada na tarde desta sexta.
Com a reclassificação, Marília e toda a região da DRS-IX (62 municípios) terão uma flexibilização maior das atividades já a partir deste sábado, dia 5 – a nova quarentena irá até o próximo dia 19.
Em Marília ficou definido que o comércio em geral passará a funcionar já a partir deste dia 5 (sábado) das 9h às 17h, de segunda a sábado; o Marília Shopping e o Esmeralda Shopping abrirão das 12h às 20h, inclusive aos domingos.
Já bares, restaurantes e similares, salões de beleza e barbearias, academias de esporte de todas as modalidades e centro de ginástica também poderão funcionar oito horas diárias, com horários sendo definidos pelos próprios estabelecimentos.
Durante o encontro foi definida também a permissão para eventos de pequeno porte e buffets, inclusive os infantis, desde que não gerem aglomerações.
MARÍLIA É DESTAQUE NO ESTADO E NO MUNDO
Na reunião foi apresentado também um levantamento da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), que mostra Marília com o melhor índice do estado entre 20 cidades com mais de 100 mil habitantes no indicador “mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes”, até o último dia 2 de setembro.
Marília tem a melhor média estadual com 12,6 óbitos a cada 100 mil habitantes, seguido de São Carlos com 14,3 e Araraquara com 14,4. O índice de Marília é três vezes melhor que o de Bauru (37,2) e mais de cinco vezes melhor que do Estado (41,7 óbitos a cada 100 mil habitantes).
Se levar em conta as 16 cidades do estado que têm entre 200 mil e 300 mil habitantes, o índice de Marília também é o melhor do Estado e, segundo o pesquisador Carlos Alberto Guglielmi Eid, o indicador de Marília, assim como também de Araraquara e São Carlos, é comparável aos melhores do mundo.
AMPLIAGEM DA TESTAGEM
Até o momento a cidade de Marília já realizou 18.576 testes da Covid-19, sendo que o índice de positividade está em 17,8% (2.054 casos confirmados), com taxa de letalidade de 1,46%, também uma das melhores do estado.
E no próximo dia 12 de setembro, das 8h às 17h, no ginásio Neusa Galetti, na avenida Santo Antônio, o município irá ampliar essa testagem, realizando mais 1.200 testes para mototaxistas, taxistas, motoboys, motorista de aplicativo e entregadores; além de profissionais da educação, que trabalharam na entrega dos kits de alimentos e das cestas verdes, recentemente.
Só poderão fazer a testagem aqueles que fizeram uma inscrição prévia de forma on-line. Para mototaxistas, taxistas, motoboys, motorista de aplicativo e entregadores, o link de inscrição é o seguinte: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdzF6EXiS8Cxj8VXV-RedKsGbcMogwyFQQUB_P-C3e4P5QyDw/viewform.
Para os profissionais da educação municipal, a inscrição será feita pelo seguinte link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdzF6EXiS8Cxj8VXV-RedKsGbcMogwyFQQUB_P-C3e4P5QyDw/viewform.
Em ambos os casos haverá também a imunização da vacina Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola) para pessoas de 29 a 49 anos, sendo importante todos levarem documento com foto (RG ou CNH). Não será permitida a entrada de acompanhantes. O inscrito para o teste da Covid-19 e para aqueles que forem receber a tríplice viral terão acesso ao ginásio pela rua Borba Gato.
REESTRUTURAÇÃO DA REDE
Com base nos dados epidemiológicos e as especificidades de cada território, a Atenção Primária à Saúde anunciou também no encontro do Comitê o retorno, a partir de terça-feira, dia 8, aos atendimentos das seguintes unidades: USF Três Lagos, USF Vila Hípica, USF Parque dos Ipês e USF Jardim Marília, que passam de unidades de monitoramento para unidades assintomáticas.
Também a partir do dia 8 (terça-feira) a USF Jóquei Clube passa de unidade sintomática para assintomática, já que apresentou o menor número de atendimentos, com o intuito de otimizar os recursos humanos e ampliar o atendimento aos usuários da área de abrangência.

Fotos: Assessoria de Imprensa PMM