Parque de Mata Atlântica em São Paulo ajuda tratamento de idosos durante pandemia


Em meio a uma pandemia que restringiu muito a vida social principalmente dos idosos, o contato mais próximo com a natureza pode ajudar a aliviar o quotidiano de isolamento, além de colaborar no aspecto cognitivo das pessoas dessa faixa etária. Localizado próximo ao Parque Estadual do Jaraguá, a apenas 25 minutos do centro de São Paulo, o Residencial Club Leger vem utilizando um dos últimos remanescentes de Mata Atlântica da Região Metropolitana paulista como cenário de um modelo mais humanizado para cuidar e acolher os hóspedes da terceira idade.

- Além de um ambiente tranquilo, saudável, bem estruturado, temos aqui a visita de animais que vivem no parque. É comum vermos pássaros, esquilos, quatis, micos em nossas áreas aberta. Essas visitas acabam sendo uma atração a mais em nossa casa, e acabam ajudando muito no período de hospedagem dos nossos residentes - explica Vinícius Neves, administrador do Residencial Club Leger.

As restrições impostas pelo Covid-19 obrigaram a diversas alterações internas dentro do Residencial. Os protocolos de segurança sanitária, desde o início, foram priorizados. Com isso, vieram as restrições de visitações, de atividades coletivas e maior cuidado quanto ao uso das áreas comuns. O resultado é que, desde o início da pandemia, o local não apresentou qualquer residente infectado.

- Estabelecemos um patamar bem rígido de cuidado, entendo que essa faixa etária era a que corria mais riscos em relação à Covid. Passamos a dar maior ênfase à Pet Terapia, jogos interativos, visitas virtuais e ao uso das áreas abertas individualizadas. A proximidade do parque, nos trouxe ainda a possibilidade de um contato maior com a fauna que temos em nossa vizinhança e agregamos isso ao nosso dia a dia - revela Neves.

Diante desse quadro, o Residencial passou a ser procurado por famílias em busca de maior segurança com os idosos. O fato de manter um nível de segurança altíssimo e contar com áreas abertas, próximas à natureza, atraiu novos residentes neste período de pandemia.

- O Residencial funciona de uma forma bem completa. Aqui, o idoso conta com atividades, mesmo neste momento de restrições, que exercitam a parte cognitiva e física. Nossa meta é melhorar a qualidade de vida dos nossos residentes - ressalta o administrador do Residencial Club Leger.