Google

FAU Mackenzie realiza workshop em parceria com Unidade de Ohio


Evento proporciona debate acerca de soluções para conflitos contemporâneos gerados pela pandemia

Entre os dias 21 de setembro e 26 de outubro, alunos dos cursos de Design e Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) participam do Making Lemonade, evento promovido pela Urban Arts Space da Faculdade de Artes e Ciências da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos. Realizado virtualmente, o evento é composto por workshops e painéis que discutem resolução de problemas e a temática da pandemia do coronavírus.

O painel Social Impact Design, Stories from the Field, no dia 05 de outubro, teve a participação da professora mackenzista da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU), Juliana Bertolini, além da designer brasileira Paula Dib e da professora Susan Melsop. Neste painel, foram compartilhadas experiências profissionais e de ensino acerca do tema Design de Impacto Social. É possível assistir a gravação do webinar em http://bityli.com/QUOZV.

Ao lado da professora Juliana, os alunos tiveram a oportunidade de participar também do workshop de cocriação Design Charrete, que aconteceu nos dias 06, 08 e 13 de outubro. A ideia foi criar propostas para cenários de pessoas em situação de rua na cidade de São Paulo e, ao todo, 19 mackenzistas e 18 estudantes da Universidade de Ohio, divididos em oito grupos, trabalharam remotamente os desafios propostos sobre o campo de estudo.

"O workshop firmou uma experiência de ensino completamente nova para todos. Interdisciplinar, vertical e internacional. Para mim, como docente, trabalhar com outros professores de outras instituições é também rever a própria didática e se abrir a aprender", diz Juliana.

Ela complementa que os professores estão se reinventando e analisando novas maneiras de atuar e ensinar. Para a professora, a experiência trouxe bons resultados para a aprendizagem dos estudantes, que vão além da parte acadêmica. "Trazer problemas locais para serem vistos por lentes externas amplia, e muito, a compreensão dos problemas. Os alunos tiveram de lidar com uma nova língua e experiências de formações diferentes. Se relacionar com estudantes de outras instituições é importante também para validar a própria vivência de ensino", pontua ela.

A estudante de Arquitetura e Urbanismo da FAU Mackenzie, Millena Marques, que participou do workshop, revela que a interdisciplinaridade foi um dos aspectos marcantes para ela. "Um dos insights que eu tive durante o evento foi perceber que é preciso que várias áreas do conhecimento se juntem a fim de conseguir ajudar as pessoas que mais precisam. Não existe uma profissão mais importante que a outra, todas agregam da melhor maneira que podem" afirma.

Já para Camila Shin Yea Hu, mackenzista aluna do curso de Design da FAU, a experiência foi surpreendente e de integração. "O Making Lemonade foi uma oportunidade de trabalhar para uma causa importante com os alunos de Design e Arquitetura do Mackenzie e os alunos de Design da Universidade de Ohio, algo que eu nunca pensei em ter na vida. O processo foi construído para nós desenvolvermos cada detalhe e, ao final, pudemos apresentar para os professores responsáveis. Foi mais um aprendizado que vou levar para vida inteira", comemora ela.

Outra participante, Bárbara Feres, também aluna de Arquitetura e Urbanismo da FAU da UPM, conta que o evento foi muito enriquecedor porque, além de trabalhar com estudantes de outro país, pôde entender melhor o design de impacto social. "Aprendi muito com o workshop e principalmente na troca de ideias. Tive uma primeira experiência de como seria projetar com as pessoas e não somente para elas, e pretendo levar esses aprendizados comigo para futuros projetos!" relata.

O workshop é resultado da integração entre as duas universidades com o projeto de extensão Design Matters Brazil, comandado pelas docentes Juliana Bertolini, da UPM, e Susan Melsop, de Ohio, que visa melhorias, por meio do design, no Centro de Integração Social pela Arte, Trabalho e Educação (CISARTE) o qual atende pessoas em situação de rua no centro da cidade de São Paulo. De acordo com a professora Juliana, há um esforço dos professores no sentido de colocar o Design e a Arquitetura a serviço de demandas concretas e principalmente com um viés social.

"O designer hoje é, sobretudo, um investigador e intermediador de soluções, que precisam ser pensadas com as pessoas, e atua principalmente de forma criar times colaborativos para resolver problemas complexos", completa ela.

Sobre a Universidade Presbiteriana Mackenzie
A Universidade Presbiteriana Mackenzie está na 103º posição entre as melhores instituições de ensino da América Latina, segundo a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação. Possui três campino estado de São Paulo, em Higienópolis, Alphaville e Campinas. Os cursos oferecidos pelo Mackenzie contemplam Graduação, Pós-Graduação Mestrado e Doutorado, Pós-Graduação Especialização, Extensão, EaD, Cursos In Company e Centro de Línguas Estrangeiras.
Em 2021, serão comemorados os 150 anos da instituição no Brasil. Ao longo deste período, a instituição manteve-se fiel aos valores confessionais vinculados à sua origem na Igreja Presbiteriana do Brasil.

Informações
Assessoria de Imprensa Instituto Presbiteriano Mackenzie
imprensa@mackenzie.br
(11) 2766-7280
Celular de plantão: (11) 9.8169-9912
Siga-nos no Instagram: instagram.com/imprensamackenzie