Google

Gestão Daniel Alonso incentiva relações internacionais




Marília recebeu, em pouco mais de três anos, autoridades de 12 países, de quatro continentes, incluindo a princesa Mako, do Japão

O prefeito Daniel Alonso foi o gestor que mais investiu em relações internacionais na história recente de Marília. Ao longo de sua gestão, o município recebeu autoridades e comitivas de 12 países, oriundas de quatro continentes, com destaque para a visita oficial da princesa Mako de Akishino, neta mais velha do imperador Akihito, em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil, em maio de 2018.
No mesmo ano, como resultado dessa internacionalização da cidade, o prefeito Daniel Alonso visitou o Japão e firmou uma relação de cidade irmã entre Marília e Izumisano, em Osaka. A última vez que Marília assinou termo de irmandade foi há 40 anos, em 1980 com Higashi Hiroshima (Hiroshima).
Desde 2017, embaixadores e cônsules, além de outros representantes legais de países como Nova Zelândia, Angola, Egito, Portugal, Suécia, Finlândia, Japão, Costa do Marfim, África do Sul, Gana e Guiné-Bissau estiveram em Marília em viagens oficiais, com objetivo de fomentar negócios e a cultura entre a cidade e essas nações.
O incentivo às relações internacionais a partir dos municípios está em processo inicial no país, o que coloca Marília numa posição de destaque em relação à maioria das cidades do mesmo porte.
Para o prefeito Daniel Alonso, a internacionalização tem o objetivo de criar laços cooperativos entre as partes, de forma a estabelecer uma política benéfica para ambos os lados. “Não medimos esforços para buscar mais desenvolvimento para nossa cidade e acreditamos que um dos caminhos é estreitar relações com outros países. Tivemos a iniciativa de abrir novos caminhos e fazer novos contatos, expandindo nossas fronteiras de modo proativo”, afirmou o chefe do Executivo.
Sobre as ações futuras na área de relações internacionais, Daniel Alonso vislumbra diversas possibilidades, entre elas, a criação de um setor responsável capaz de estabelecer contato com parceiros de outros países de forma a fazer negócios e parcerias em educação, saúde, tecnologia e diversas outras área de interesse do município.