Google

Mini documentário estrelado por Olívia Fogaça mostra benefícios da terapia nutricional no tratamento da epilepsia

 






Mini documentário estrelado por Olívia Fogaça mostra benefícios da terapia nutricional no tratamento da epilepsia


De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 50 milhões de pessoas no mundo têm epilepsia, condição que pode afetar qualquer indivíduo, em qualquer idade. Para conscientizar a população sobre uma das doenças neurológicas com maior incidência e prevalência no mundo, Danone Nutricia, divisão de nutrição especializada da Danone no Brasil, está lançando um mini documentário mostrando os benefícios que a terapia nutricional, especialmente a dieta cetogênica, pode trazer aos pacientes farmacorresistentes, correspondentes a cerca de 30% do total de casos de epilepsia no mundo.



Criado pela agência Isobar com produção da Homem de Lata, o vídeo conta a história de Olívia Fogaça, filha do renomado chef Henrique Fogaça. Portadora de epilepsia farmacorresistente, a menina de 13 anos teve sua vida transformada após adotar o tratamento nutricional. Com depoimentos dos quatro principais pilares da sua rede de apoio: os pais da paciente, a neurologista Dra. Kette Valente e a nutricionista Daniela Murakami, que acompanham o tratamento e evolução de Olívia, o documentário tem duração de aproximadamente 7 minutos e pode ser conferido no site de Ketocal e no Youtube de Danone Nutricia. O objetivo é aumentar o conhecimento sobre a epilepsia e mostrar o poder transformador do tratamento nutricional.


"Todo mundo que tem filhos sabe da importância deles na nossa vida. Meus filhos são tudo para mim. Ver o desenvolvimento que a Olívia teve nesses últimos anos graças à dieta adequada, ver minha filha em pé, dançar com ela, poder ir ao balanço, na piscina... Isso não tem preço. Sei que a epilepsia é uma doença e faz parte da vida de muitas pessoas. Por isso, estou orgulhoso em poder ajudar Danone Nutricia a conscientizar mais mães e pais sobre os benefícios da dieta cetogênica. Hoje eu vejo no dia a dia da Olivia que Ketocal pode transformar vidas", revela Fogaça.


Rica em gorduras, adequada na quantidade de proteínas e restrita no consumo de carboidratos, a dieta cetogênica clássica contém de três a quatro gramas de gordura para um grama de carboidrato e proteína juntos. É importante salientar que a proporção entre esses macronutrientes pode variar e o cardápio deve ser elaborado por um nutricionista profissional, com base na condição individual de cada paciente. Além disso, por não se tratar de um plano alimentar balanceado, não é possível adotar a dieta cetogênica sem fazer o uso de suplementação adequada. Ketocal é uma dieta cetogênica pronta com vitaminas, minerais e nutrientes que ajudam a atender às necessidades do paciente, contribuindo para o alcance das metas nutricionais. Deve ser recomendado por médicos e nutricionistas.


Há quase 100 anos a dieta cetogênica vem demonstrando sua eficácia, comprovada através de diversos estudos científicos, e oferece uma série de benefícios quando utilizada para auxiliar no tratamento daqueles que já testaram, no mínimo, dois medicamentos sem sucesso.. A dieta oferece uma redução significativa no número de crises, na maioria dos casos, podendo fazer até mesmo com que desapareçam em alguns deles*. Além disso, auxilia nos aspectos neuropsicológicos, melhorando os níveis de alerta, atenção, linguagem e convívio social dos pacientes com epilepsia.


Quase 80% das pessoas com epilepsia vivem em países de baixa e média renda. No Brasil, são cerca de 3 milhões de casos e sabe-se que a incidência de epilepsia infantil é duas vezes maior em países menos desenvolvidos. "São anos de estudos científicos sobre o tema e temos a missão de capacitar profissionais de saúde para o diagnóstico e tratamento da doença, além de esclarecer e conscientizar a população sobre a importância do envolvimento com a causa para que essas crianças tenham menos prejuízos sociais e de desenvolvimento", afirma Edson Higo, CEO da Danone Nutricia.


* Sampaio, 2017
Sampaio LPB, Takakura C, Manreza, MLG. The use of a formula-based ketogenic diet in children with refractory epilepsy. Arq. NeuroPsiquiatr. 2017;75(4):234-237.


Informações para a imprensa
Ideal H+K Strategies

Sílvia Yoshida: silvia.yoshida@idealhks.com  
Andrea Farias: andrea.farias@idealhks.com