Google

Na Semana de Educação Midiática, Twitter ativa permanentemente emoji #PenseAntesDeCompartilhar

 


Na Semana de Educação Midiática, Twitter ativa permanentemente emoji #PenseAntesDeCompartilhar

Serviço resgata materiais em parceria com Unesco e OEA e relembra novas funcionalidades para aumento do controle da experiência online

No momento em que os meios digitais são - para muitos - a principal fonte de informação, se torna fundamental a qualidade da conversa. Nesse contexto, o Twitter, plataforma pública, aberta e em tempo real, que possibilita que pessoas de diferentes opiniões, ideologias e posicionamentos se expressem livremente, aproveita a Semana Internacional de Educação Midiática para anunciar que irá ativar, de forma permanente, em Português, o emoji que aparece com as #PenseAntesDeClicar e #PenseAntesDeCompartilhar.



Além disso, o Twitter também relembra dois materiais elaborados em parceria com a Unesco ( @unesco ) e Organização dos Estados Americanos ( @OEA_BR ), para exemplificar ações que podem contribuir para as pessoas se sentirem cada vez mais aptas e capazes de analisar e tomar decisões informadas sobre o que expressam e compartilham na internet.

"No Twitter, defendemos o livre fluxo de informações e o direito de as pessoas se expressarem on-line. Esses são compromissos complementares, que se cruzam quando discutimos alfabetização midiática e informacional. Entendemos a nossa responsabilidade na busca por uma maior compreensão sobre a necessidade de expansão da Educação Midiática, e queremos capacitar as pessoas que usam nosso serviço, para que possam analisar criticamente os conteúdos que veem", afirma Fernando Gallo, gerente de Políticas Públicas do Twitter no Brasil.

Chamado "Ensinar e Aprender com o Twitter", o guia em parceria com a Unesco está disponível para download em português e outros oito idiomas. Com fácil leitura, o material tem o objetivo principal de ajudar os educadores a capacitar as gerações mais jovens com habilidades de alfabetização midiática, permitindo que façam as perguntas certas sobre conteúdos que encontram na internet e analisem criticamente as notícias e informações com as quais se envolvem.

O guia contém diretrizes de melhores práticas sobre alfabetização midiática da Unesco e também uma lista de leitura com curadoria de especialistas em programas da Organização, cujo objetivo é orientar os educadores na atual literatura de ensino sobre esse tópico. Esses esforços complementam diretamente o processo do Twitter em desenvolver políticas sobre desinformação.

Twitter e UNESCO estão trabalhando juntos desde meados de 2018 para promover conversas sobre alfabetização midiática e informacional. O apoio da plataforma é realizado por meio do Ads For Good, programa que oferece créditos gratuitos para promover e ampliar o alcance de conteúdos no Twitter.

Mais controle para experiência na plataforma

Nos últimos anos, o Twitter vem expandindo a capacidade de as pessoas controlarem suas conversas no serviço. Além das opções de silenciar e bloquear perfis e mensagens, e ocultar respostas a Tweets, lançamos recentemente novas configurações que permitem que as pessoas escolham quem pode responder às conversas que iniciarem na plataforma. Antes de Tweetar, é possível selecionar se todos podem responder ao Tweet (configuração padrão), apenas pessoas que segue ou, então, somente pessoas que são mencionadas na publicação.

O serviço também começou a alertar usuários sobre a importância de ler notícias além dos títulos. A iniciativa funciona da seguinte maneira: cada vez que o internauta tenta Retweetar um conteúdo noticioso, a plataforma avisa que "não é possível conhecer a história toda só pelo título". Isso serve para incentivar as pessoas a lerem conteúdos antes de os compartilharem. Por fim, o Twitter também tem colocado avisos em Tweets que precisam de mais contexto . Ao invés de tirar de simplesmente tirar do ar postagens comprovadamente falsas, o serviço passou a colocar um aviso e dar mais contexto ao assunto com informações curados e confirmados.

"As pesquisas realizadas com dados iniciais destes testes fora do Brasil mostram que 40% das pessoas abrem as reportagens depois de ver o aviso. Mais pessoas estão decidindo não Retweetar depois de abrir o artigo - o que é ótimo. Isso mostra que essas iniciativas tendem a ser muito importantes para a melhoria da saúde e qualidade da conversa", completa Gallo.

Sobre o Twitter

O Twitter mostra o que está acontecendo no mundo agora e o que as pessoas estão falando neste exato momento. De últimas notícias e entretenimento a esportes e interesses cotidianos, incluindo conteúdos ao vivo, é possível encontrar todos os lados de uma mesma história nas conversas em que todos estão convidados a participar. Disponível em mais de 40 idiomas em todo o mundo, o serviço pode ser acessado via twitter.com e dispositivos móveis. Para mais informações, visite about.twitter.com, siga @Twitter e baixe os aplicativos do Twitter e do Periscope via twitter.com/download e periscope.tv.